Sérvia adere a bloco defensivo russo em meio das ameaças da OTAN

© Sputnik / Evgeny Biyatov / Abrir o banco de imagensExercícios militares da Rússia, Bielorrússia e Sérvia, Irmandade Eslava 2016
Exercícios militares da Rússia, Bielorrússia e Sérvia, Irmandade Eslava 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Este ano a Sérvia vai participar pela primeira vez como membro de pleno direito das manobras da Organização do Tratado da Segurança Coletiva (OTSC), junto com os outros seis países.

A Sérvia vai participar dos jogos militares da OTSC em setembro de 2017, comunica a mídia. 

A OTSC, que inclui a Armênia, Bielorrússia, Cazaquistão, Quirguistão, Rússia e Tajiquistão, foi formada por estes antigos membros da União Soviética em 1992 para facilitar a cooperação e reforçar a segurança na região. 

Helicóptero russo Mi-17V-5 - Sputnik Brasil
Será que Sérvia se torna centro de atendimento de helicópteros russos?
A Sérvia e o Afeganistão têm estatuto de observador na Assembleia Parlamentar da OTSC.

"Uma vez que os militares sérvios já tinham participado de exercícios semelhantes junto com a Rússia e a Bielorrússia, a cooperação de Belgrado com a OTSC neste domínio parece lógica", comunicou à Sputnik Sérvia o analista político sérvio Dusan Prorokovic. 

Quando questionado se isso contribuirá para o reforço da neutralidade militar da Sérvia, ele referiu o interesse de Belgrado na questão, acrescentando, entretanto, que a Sérvia tem uma cooperação mais estreita com a OTAN do que com a OTSC.

"Nos últimos 4 anos a Sérvia assinou três acordos com a OTAN, incluindo o muito controverso Plano de Ação de Parceria (IPAP em inglês). Participamos frequentemente de exercícios militares com a OTSC, mas no que diz respeito à formalização das nossas relações, isso está ficando para trás", adiantou ele.

Anteriormente o analista Aleksandr Pivovarenko tinha comunicado à Sputnik que a intenção de Belgrado de intensificar os lações com a UE, mantendo, entretanto, as relações de amizade com a Rússia e a China, mostra o caráter multivetorial da política externa sérvia.

Não há muito, o primeiro-ministro sérvio Aleksandar Vucic declarou que a maioria dos sérvios apoia a continuação das reformas e da aproximação à UE, bem como a manutenção dos laços tradicionais de amizade com a Rússia e a China.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала