Chefe de Comando Europeu diz que 'EUA buscam impedir Rússia, não se envolver em conflitos'

© AFP 2022 / Petras MalukasBandeiras dos EUA e da OTAN em frente dos caças F-22 Raptor da Força Aérea norte-americana, na Lituânia
Bandeiras dos EUA e da OTAN em frente dos caças F-22 Raptor  da Força Aérea norte-americana, na Lituânia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos tentam dissuadir a Rússia, não se envolver em conflito com os russos, disse o comandante do Comando Europeu dos EUA, General Curtis Scaparrotti, na terça-feira.

Complexos Iskander durante treinamentos, 17 de novembro de 2016 - Sputnik Brasil
Rússia 'não prestará contas à OTAN' sobre suas armas e exercícios militares
A OTAN tem vindo a construir progressivamente a sua presença militar na Europa Central e Oriental desde 2014, utilizando como pretexto a alegada agressão russa. A Rússia tem repetidamente manifestado o seu protesto contra o aumento do número de tropas da NATO perto de suas fronteiras.

"Não buscamos conflito com eles, a dissuasão tem de fato sua missão de prevenir conflitos e guerras", disse Scaparrotti ao Comitê de Serviços Armados da Câmara dos Representantes.

Durante a última cimeira da OTAN em Julho, a Aliança decidiu reforçar a sua presença militar na Europa Oriental numa base rotativa com quatro batalhões na Polônia e nas nações bálticas. Durante a cúpula de 2014, a OTAN estabeleceu uma Força-Tarefa Conjunta de Prontidão de 5.000 pessoas em resposta à alegada ameaça russa.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала