Ultranacionalistas ucranianos unem forças contra Rússia

© Sputnik / Denis Petrov / Abrir o banco de imagensMilitantes do partido Svoboda (Liberdade) e do grupo extremista Setor de Direita em Odessa, no Dia do Defensor da Ucrânia
Militantes do partido Svoboda (Liberdade) e do grupo extremista Setor de Direita em Odessa, no Dia do Defensor da Ucrânia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os partidos ultranacionalistas ucraniano Svoboda, Pravy Sektor (Setor de Direita, em português), Corpus Nacional, entre outros, firmaram o chamado Manifesto Nacional com o objetivo de unir esforços e construir um estado nacional da Ucrânia.

"Amanhã, quando o poder pertencer aos nacionalistas ucranianos, vamos implementar este manifesto", disse o líder do Svoboda, Oleg Tiagnibok, citado pela agência UNIAN. 

Bandeira da OTAN é queimada durante protestos na Rússia - Sputnik Brasil
Rand Paul: adesão da Ucrânia e da Geórgia à OTAN provocará uma guerra
O manifesto contém uma proposta para a adoção de um novo vetor geopolítico para a Ucrânia, sem orientação pró-ocidental ou pró-oriental. A ideia é criar uma nova "União dos mares Báltico e Negro", reconhecer a Rússia como um "Estado agressor em todos os níveis da diplomacia internacional, cortando todas as relações diplomáticas, bloquear o território ocupado da Ucrânia, cessar a atividade de negócios russo na Ucrânia e aplicar sanções à capital russa".

Além disso, os nacionalistas propõem reconhecer certas zonas das regiões Donetsk e Lugansk como territórios ocupados e desenvolver um plano para a "libertação da Crimeia e Donbass". 

Além disso, o manifesto destaca que o país deve ter apenas um idioma oficial: o ucraniano.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала