Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Tensões a mil: China se opõe ao Japão pela mobilização de navios no mar do Sul da China

© REUTERS / Kim Kyung-HoonHelicóptero aterrissa no porta-helicópteros japonês Izumo, na base de Yokosuka
Helicóptero aterrissa no porta-helicópteros japonês Izumo, na base de Yokosuka - Sputnik Brasil
Nos siga no
As tensões no mar do Sul da China continuam crescendo depois de a China pedir ao Japão para revelar o fim do plano de enviar para o oceano Índico seu maior navio de guerra em uma viagem de três meses.

Imagem da ilha Thitu, parte do grupo disputado das ilhas Spratley no mar do Sul da China - Sputnik Brasil
Japão pretende enviar maior navio de guerra para o mar do Sul da China
Na terça-feira (14), a China declarou estar esperando uma declaração oficial de Tóquio sobre o envio do navio de guerra de 24 mil toneladas através das águas da região disputada.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, disse que Pequim desconhece o fim desta viagem, acrescentando que o país tem objeções caso o navio não passe “normalmente”.

“Não ouvimos até agora nenhuma declaração oficial do Japão”, disse o porta-voz durante uma coletiva de imprensa de hoje (14).

“Mesmo sendo uma viagem normal para alguns países e o navio passando o mar do Sul da China normalmente, nós não expressamos nenhumas objeções, esperamos que tal tipo de cooperação normal entre os países ajudará a fortalecer a estabilidade e a paz na região”, disse, acrescentando que se a China tivesse “outras intenções, a situação seria diferente”.

O porta-helicópteros Izumo deve se juntar aos exercícios navais no oceano Índico junto com navios das Marinhas dos EUA e da Índia, relatou o porta-voz do Ministério da Defesa do Japão na segunda-feira (13).

Porta-aviões norte-americano USS Carl Vinson - Sputnik Brasil
Irritando o dragão: EUA e Japão realizam exercícios no mar da China Oriental
Izumo, que entrou para o serviço dois anos atrás, realizará paradas em Sri Lanka, nas Filipinas, em Singapura e na Indonésia antes de voltar para o Japão em agosto.

A China e alguns países da região — Japão, Vietnã e Filipinas — têm desacordos sobre as fronteiras marítimas e áreas de responsabilidade no mar do Sul da China e mar da China Oriental. A China acredita que as Filipinas e o Vietnã usem conscientemente o apoio dos EUA para a escalada da tensão na região.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала