Trump: 'Obama acessou meus telefones' antes da eleição

© REUTERS / Carlos BarriaDonald Trump e Barack Obama antes da cerimônia
Donald Trump e Barack Obama antes da cerimônia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
De acordo com as recentes postagens da página de Twitter do presidente dos EUA Donald Trump, o seu antecessor Barack Obama grampeou telefones dele.

Presidente dos EUA Barack Obama e presidente eleito Donald Trump apertam as mãos durante uma reunião de planejamento de transição no Salão Oval da Casa Branca, 10 de novembro de 2016 - Sputnik Brasil
TV: Trump acusa Obama de estar por trás dos protestos
Na última hora Trump fez pelo menos quatro postagens sobre o assunto, inclusive chamando Obama de “cara ruim (ou doente)”.

O atual presidente descobriu que em um dos seus edifícios mais famosos, a Trump Tower em Nova York, a administração anterior instalou equipamento para grampos telefônicos nas vésperas das eleições nos EUA.

O presidente até comparou a situação com o caso notório de Watergate.

"Tão baixo que o presidente Obama caiu para grampear meus telefones durante o processo muito sagrado das eleições. Isto é Nixon/Watergate. Cara ruim (ou doente)!", escreveu em uma das suas postagens.

​Segundo a tradição existente na política dos Estados Unidos, os presidentes não comentam diretamente as ações de seus antecessores. Mas Donald Trump já quebrou a tradição, sugerindo na semana passada que por trás dos recentes protestos contra congressistas e senadores republicanos está o ex-presidente Obama e seus apoiadores.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала