Por que MI6 contrata nacionais da Ásia e África?

Nos siga noTelegram
Os serviços secretos britânicos MI6 planejam aumentar o número de funcionários com raízes africanas e asiáticas, anunciou o chefe da organização.

Sede do MI6, Londres - Sputnik Brasil
Serviços secretos britânicos se opõem à saída da Grã-Bretanha da União Europeia
Segundo informou Alex Younger, citado pelo Guardian, a decisão foi tomada visando tornar mais eficaz o trabalho com os grupos terroristas e outros grupos fechados.

"Congratulo-me por essa [decisão]. Nós devemos sair e pedir a estas pessoas que se juntem a nós. Antes de sermos reconhecidos como serviço, essa era a única via de recrutamento, um toque no ombro. Foi a via como eu fui recrutado. Temos que nos aproximar das pessoas que nunca pensariam ser recrutadas pelo MI6", disse.

Em outro comentário sobre a decisão, o chefe dos espiões britânicos destacou que o serviço, na sua opinião, deve "atrair os melhores do Reino Unido moderno".

O artigo destaca que Younger é o autor da iniciativa, que pode ser divulgada oficialmente já na semana que vem. Nos próximos anos, o MI6 deverá aumentar o número de funcionários em um terço — para cerca de 3,5 mil pessoas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала