Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Polícia do Reino Unido usará armas de eletrochoque mais potentes

© AFP 2021 / JUSTIN TALLISPolícia britânica
Polícia britânica - Sputnik Brasil
Nos siga no
O governo do Reino Unido autorizou as polícias da Inglaterra e do País de Gales a utilizarem armas de eletrochoque mais potentes, segundo informou a mídia local nesta quinta-feira, 2.

Sul-coreanas vestidas de comissárias de voo da Air France durante o 25º aniversário da companhia aérea na Coreia do Sul, em Seoul, 24 de setembro de 2008 - Sputnik Brasil
Coreia permitirá o uso de armas não letais durante voo
Conforme relatou o Guardian, a secretária britânica de Assuntos Internos, Amber Rudd, acaba de aprovar o emprego do Taser X2 em substituição ao X26. Esse modelo, semiautomático, permite dois tiros ao invés de um e possui uma série de recursos inteligentes.

A decisão de Rudd foi tomada em meio a muitas preocupações e críticas sobre os efeitos dessas armas, que, embora não letais, podem, em alguns casos, provocar ferimentos graves e até mortes. 

Especialistas citados pelo jornal reconhecem que a introdução do Taser, em 2003, na Grã-Bretanha, levou a episódios de morte e lesões sérias no país, mas explicam que o número desses incidentes é relativamente baixo se comparado ao número de vezes em que essas armas foram usadas. Em todo caso, o governo decidiu adotar algumas medidas de precaução, exigindo, por exemplo, que os policiais registrem os detalhes de cada disparo e de cada vítima/criminoso envolvido no incidente. 

Indivíduos que foram vítimas de armas de eletrochoque no Reino Unido, ou seus familiares, vêm realizando muitas campanhas contra o uso do Taser, destacando inclusive o fato de que, segundo dados oficiais, esse armamento é empregado três vezes mais em pessoas de origem afro-caribenha do que em asiáticos ou brancos. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала