Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Senadores mexicanos pedem que presidente não receba secretário de Estado dos EUA

© AP Photo / Evan VucciRex Wayne Tillerson, presidente da maior empresa petrolífera dos EUA – ExxonMobil
Rex Wayne Tillerson, presidente da maior empresa petrolífera dos EUA – ExxonMobil - Sputnik Brasil
Nos siga no
Presidente Enrique Peña Nieto não deveria receber o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, e o de Segurança, John Kelly porque "eles não são bem-vindos" no México, disse o senador e presidente do Senado Miguel Barbosa.

A presença dos enviados do presidente norte-americano Donald Trump no México "não é bem-vinda, porque eles representam um governo hostil ao nosso país", disse o coordenador parlamentar do Partido Democrático da Revolução (PRD, de centro-esquerda).

Enrique Pena Nieto APEC - Sputnik Brasil
Peña Nieto sobre Trump: 'Queremos favorecer o diálogo para construir uma nova agenda'
"Que o presidente Peña Nieto não tenha uma reunião com eles, é outro erro da diplomacia mexicana trazê-los no meio deste ambiente hostil", disse o líder de centro-esquerda.

Barbosa disse que "não podemos acolher os representantes de um governo que tem ameaçado a nossa soberania, declarando que poderia enviar tropas dos EUA para o nosso país, isso representa um perigo para a paz mundial e a coexistência das nações".

Tillerson e Kelly chegaram ao México para se reunir com os seus homólogos no Poder Executivo e discutir problemas em imigração, comércio e segurança binacional em uma visita de dois dias.

A Casa Branca e embaixada dos Estados Unidos anunciaram que os altos funcionários seriam recebidos pelo presidente, mas a residência presidencial de Los Pinos não tinha confirmado se a agenda de Peña Nieto contemplava o encontro.

"O ambiente de ameaças do Governo dos Estados Unidos faz Kelly e Tillerson não serem bem-vindos no México", insistiu o congressista.

Essa hostilidade dos EUA "é demonstrada pela construção do muro da fronteira — o qual Trump quer cobrar do México — o começo das deportações em massa de imigrantes mexicanos e latino-americanos", lembrou Barbosa.

Agravantes

Além disso, disse o líder, o novo governo dos Estados Unidos "coloca pressão sobre as empresas dos EUA para retirar seus investimentos no México e cancelar recursos para programas de cooperação econômica em saúde e educação operarem em nosso território". A última ordem executiva de Trump para endurecer a política anti-imigrante "Isso coloca a ênfase no assunto", destacou.

Nesse sentido, Barbosa clamou "para a sensibilidade do presidente" não ter reuniões com membros do gabinete de Trump e em vez disso, o encontro se dê apenas aos homólogos. O chanceler mexicano Luis Videgaray sugeriu que os legisladores do Senado participassem da reunião com autoridades americanas, no entanto, o senador do PRD disse que não vai aceitar o convite.

Protestos no México - Sputnik Brasil
México: senadores preparam lei especial para deportados por Trump
"Eu digo a Luis Videgaray que da minha parte não participaria, mas eu já disse isso última quarta-feira," adicionou.

Uma fonte na presidência relacionadas com a visita disse à Sputnik que o presidente mexicano "não registrou na agenda oficial o encontro com o secretário de Estado Tillerson".

Esse cenário seria recíproco à classificação da visita oficial feita pelo mexicano secretário de Relações Exteriores Luis Videgaray e Economia Ildefonso Guajardo para a Casa Branca, a fonte admitiu, no entanto a fonte disse que "a situação é muito dinâmica".

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала