Assunto questionado: afinal UE quer ter seu próprio exército?

© AFP 2022 / PATRICK HERTZOGSoldados de um destacamento do Eurocorps carregam a bandeira da União Europeia para assinalar a sessão inaugural do Parlamento Europeu em frente ao Parlamento Europeu em Estrasburgo, no leste da França
Soldados de um destacamento do Eurocorps carregam a bandeira da União Europeia para assinalar a sessão inaugural do Parlamento Europeu em frente ao Parlamento Europeu em Estrasburgo, no leste da França - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Parlamento Europeu aprova resolução para criação do exército comum.

O Parlamento Europeu ratificou a resolução que prevê reforço da centralização da UE, a criação do posto de Ministro das Finanças da UE e da criação de um exército europeu comum, anunciou o canal de televisão britânico BBC.

A favor da resolução votaram 283 deputados e 269 votaram contra. Outros 83 deputados se abstiveram.

A resolução em questão foi proposta ao Parlamento Europeu pelo antigo primeiro-ministro belga e presidente da Aliança de democratas e de liberais da Europa (ADLE) Guy Verhofstadt.

Bandeiras da União Europeia próximo ao edifício da Comissão Europeia, Bruxelas - Sputnik Brasil
Criação do exército europeu é inevitável, diz o presidente da Comissão Europeia
Segundo ele, a União Europeia tem necessidade de resolver problemas que afetam a maioria dos membros da organização sem aprovação de outros participantes.

"Segundo notaram certos correspondentes, Verhofstadt propõe limitar, ou mesmo suprimir, o direito dos países membros da UE se recusarem a executar decisões coletivas", indica a BBC.

O vice-presidente da Comissão Europeia Frans Timmermans declarou que a introdução de alterações aos tratados fundamentais da UE não é a prioridade no momento.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала