'Comprar ou não comprar, eis a questão': Poroshenko propõe consertar tanques velhos

© AFP 2022 / SERGEY BOBOKTanques ucranianos Oplot para serem fornecidos à Tailândia
Tanques ucranianos Oplot para serem fornecidos à Tailândia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Ao efetuar suas encomendas militares, o governo ucraniano deve apostar na modernização dos tanques antigos, já que o orçamento não tem bastantes recursos para comprar veículos blindados novos, afirmou o presidente do país, Pyotr Poroshenko.

Durante uma reunião do Conselho de Segurança Nacional da Ucrânia, que está analisando os assuntos do orçamento militar para o ano de 2017, Poroshenko apoiou a iniciativa de comprar modelos de armamentos e equipamento bélico em volume que permita efetuar um "rearmamento maciço" de algumas subdivisões do exército.

Barco de mísseis Priluki da Marinha da Ucrânia - Sputnik Brasil
Marinha da Ucrânia adverte sobre deslocamento de material bélico no país
"Estamos enfrentando uma escolha: um 'Oplot' [principal tanque de combate ucraniano, desenvolvido com base no T-80 soviético] ou dez veículos blindados T-64 ou T-80 profundamente modernizados e totalmente reparados. Isso levando em conta que um ‘Oplot' leva 18 meses no mínimo a construir, enquanto um ciclo de modernização profunda do T-80 é de 2,5 meses. Deste modo, estamos perante a questão: uma companhia completa de tanques ou apenas um tanque", disse Poroshenko, citado pela sua assessoria de imprensa.

O presidente adiantou que a Ucrânia deve realizar uma modernização completa de tanques o mais rápido possível para garantir todos os equipamentos às respectivas subdivisões.

O orçamento ucraniano para o ano de 2017 prevê que o país gaste 136 bilhões de grívnias (5 bilhões de dólares), ou seja, 5% do PIB, no financiamento dos setores de defesa e segurança nacional. No ano anterior, a respectiva verba foi de 114 bilhões de grívnias ou 4 bilhões de dólares.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала