Forças senegalesas ameaçam invadir Gâmbia caso presidente se recuse a deixar o poder

© AP Photo / Sunday Alamba, FILEPresidente da Gâmbia Yahya Jammeh
Presidente da Gâmbia Yahya Jammeh - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Países vizinhos pedem que Yahya Jammeh, que perdeu as eleições em dezembro do ano passado, deixe o poder nesta quarta, último dia do seu mandato presidencial.

Gambia's President Yahya Jammeh - Sputnik Brasil
Há 22 anos no poder, presidente de Gâmbia não aceita derrota e ordena novas eleições
As Forças Armadas do Senegal informaram hoje que estão posicionadas na fronteira com Gâmbia e vão invadir o país caso o presidente do país, Yahya Jammeh, se recuse a deixar o poder.

Há 22 anos no controle do país, Jammeh chegou à presidência através de um golpe de Estado. Ele foi eleito quatro vezes para continuar no poder do país, ele perdeu o último pleito em 1 dezembro. Seu mandato expira hoje, mas ele se recusa a aceitar a derrota e já reiterou várias vezes que não deixará o comando de Gâmbia.

"Estamos prontos e aguardamos o prazo à meia-noite. Se não houver solução política, entraremos", disse o porta-voz do exército senegalês, Abdou Ndiaye.

Segundo a Reuters, a Nigéria também está se preparando para intervir no país, enviando tropas e jatos às fronteiras de Gâmbia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала