Pesadelo real: locais mais assustadores do mundo parecem cenários de filmes de terror

Nos siga noTelegram
É difícil acreditar que essas imagens mostram realmente casas existentes e panoramas de vários locais do mundo e não pertencem a cenários de filmes de terror.

Imagens inéditas de locais de morte, tiradas em vários pontos do globo, têm grande efeito assustador!

© AFP 2022 / MICHAL CIZEKAo longo de quase quatro séculos (1439-1787), mais de 100 mil mortos foram enterrados neste cemitério estreito; lá existem cerca de 12 mil lápides. Os coveiros cobriam as sepulturas mais antigas com solo para dar espaço a sepulturas novas. Em alguns locais há atualmente mais de 12 camadas. Com o decorrer do tempo o solo abateu e as lápides mais antigas começaram a empurrar as sepulturas novas. Agora o cemitério tem uma aparência assustadora como se as lápides estivessem crescendo densamente a partir do solo.
Pesadelo real: locais mais assustadores do mundo parecem cenários de filmes de terror - Sputnik Brasil
1/15
Ao longo de quase quatro séculos (1439-1787), mais de 100 mil mortos foram enterrados neste cemitério estreito; lá existem cerca de 12 mil lápides. Os coveiros cobriam as sepulturas mais antigas com solo para dar espaço a sepulturas novas. Em alguns locais há atualmente mais de 12 camadas. Com o decorrer do tempo o solo abateu e as lápides mais antigas começaram a empurrar as sepulturas novas. Agora o cemitério tem uma aparência assustadora como se as lápides estivessem crescendo densamente a partir do solo.
© AP Photo / Dario Lopez-MillsCentenas de fotógrafos e caçadores de aventuras viajam à misteriosa Ilha das Bonecas a cada ano, mas o local nunca foi uma atração turística. Elas foram colocadas lá por um mexicano solitário, Julian Santana Barrera, que acreditava que elas poderiam apaziguar o fantasma de uma menina pequena que morreu lá há mais de 50 anos e continua assombrando a floresta.
Pesadelo real: locais mais assustadores do mundo parecem cenários de filmes de terror - Sputnik Brasil
2/15
Centenas de fotógrafos e caçadores de aventuras viajam à misteriosa Ilha das Bonecas a cada ano, mas o local nunca foi uma atração turística. Elas foram colocadas lá por um mexicano solitário, Julian Santana Barrera, que acreditava que elas poderiam apaziguar o fantasma de uma menina pequena que morreu lá há mais de 50 anos e continua assombrando a floresta.
© AP Photo / Eugene HoshikoHashima é uma cidade de mineiros abandonada que foi fundada em 1887, quando os japoneses descobriram depósitos de carvão por baixo da ilha. A empresa industrial Mitsubishi comprou a ilha passados três anos, erguendo torres de apartamentos de concreto em 1916. Até 1959, com 5.259 residentes encurralados dentro de 16 acres, a cidade representava um dos locais mais densamente povoados do mundo. Quando o nível de carvão diminuiu, a Mitsubishi foi obrigada a fechar as minas em 1974. As características mais peculiares da ilha são seus prédios de concreto abandonados intactos, não perturbados senão pela própria natureza e pela barreira de mar que os cerca. A ilha é um símbolo da industrialização rápida do Japão e faz lembrar a sua triste história como local de trabalho forçado antes e durante a Segundo Guerra Mundial.
Pesadelo real: locais mais assustadores do mundo parecem cenários de filmes de terror - Sputnik Brasil
3/15
Hashima é uma cidade de mineiros abandonada que foi fundada em 1887, quando os japoneses descobriram depósitos de carvão por baixo da ilha. A empresa industrial Mitsubishi comprou a ilha passados três anos, erguendo torres de apartamentos de concreto em 1916. Até 1959, com 5.259 residentes encurralados dentro de 16 acres, a cidade representava um dos locais mais densamente povoados do mundo. Quando o nível de carvão diminuiu, a Mitsubishi foi obrigada a fechar as minas em 1974. As características mais peculiares da ilha são seus prédios de concreto abandonados intactos, não perturbados senão pela própria natureza e pela barreira de mar que os cerca. A ilha é um símbolo da industrialização rápida do Japão e faz lembrar a sua triste história como local de trabalho forçado antes e durante a Segundo Guerra Mundial.
© AFP 2022 / Nicolas AsfouriA Capela dos Ossos é uma pequena capela interior dentro da Igreja de São Francisco, na cidade portuguesa de Évora, que recebeu esse nome por suas paredes internas estarem cobertas e decoradas com crânios e ossos humanos. A Capela foi erguida no século XVI por um monge franciscano que transmitia a mensagem de que a vida é passageira. Isso é claramente demonstrado à entrada: "Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos."
Pesadelo real: locais mais assustadores do mundo parecem cenários de filmes de terror - Sputnik Brasil
4/15
A Capela dos Ossos é uma pequena capela interior dentro da Igreja de São Francisco, na cidade portuguesa de Évora, que recebeu esse nome por suas paredes internas estarem cobertas e decoradas com crânios e ossos humanos. A Capela foi erguida no século XVI por um monge franciscano que transmitia a mensagem de que a vida é passageira. Isso é claramente demonstrado à entrada: "Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos."
CC BY 2.0 / elminium / Aokigahara é também conhecida como o Mar de Árvores (na tradução do japonês) ou Floresta de Suicídios e é uma floresta com 35 quilômetros quadrados de área localizada no sopé noroeste do Monte Fuji na ilha de Honshu. A floresta de Aokigahara é bastante densa e está associada historicamente com os “yurei”, ou fantasmas dos mortos na mitologia japonesa, sendo também um local popular de suicídios. Em 2003, foram achados na floresta 105 corpos, o que bateu o recorde de 78 mortos em 2002. Segundo as estimativas, em 2010 mais de 200 pessoas tentaram se suicidar na floresta, dos quais 54 consumaram esse ato.
Pesadelo real: locais mais assustadores do mundo parecem cenários de filmes de terror - Sputnik Brasil
5/15
Aokigahara é também conhecida como o Mar de Árvores (na tradução do japonês) ou Floresta de Suicídios e é uma floresta com 35 quilômetros quadrados de área localizada no sopé noroeste do Monte Fuji na ilha de Honshu. A floresta de Aokigahara é bastante densa e está associada historicamente com os “yurei”, ou fantasmas dos mortos na mitologia japonesa, sendo também um local popular de suicídios. Em 2003, foram achados na floresta 105 corpos, o que bateu o recorde de 78 mortos em 2002. Segundo as estimativas, em 2010 mais de 200 pessoas tentaram se suicidar na floresta, dos quais 54 consumaram esse ato.
CC BY-SA 2.0 / Timm Suess / Hospitais psiquiátricos não precisam se esforçar para inspirarem medo, mas o artista de rua italiano Herbert Baglione conseguiu criar uma intervenção ambiental no hospital em Parma. Nas suas salas escuras ele desenhou criaturas de sombra dos seus ex-pacientes torturados.
Pesadelo real: locais mais assustadores do mundo parecem cenários de filmes de terror - Sputnik Brasil
6/15
Hospitais psiquiátricos não precisam se esforçar para inspirarem medo, mas o artista de rua italiano Herbert Baglione conseguiu criar uma intervenção ambiental no hospital em Parma. Nas suas salas escuras ele desenhou criaturas de sombra dos seus ex-pacientes torturados.
© AFP 2022 / EMILE KOUTONO mercado de fetiches de Akodessewa, localizado na capital do Togo, na África Ocidental, é o maior mercado de vodu com ervas secretas, cabeças de macacos, crânios, pássaros mortos, crocodilos, couros e outros produtos de animais mortos. Neste local, os praticantes de vodu e os turistas poderão, com ajuda de um sacerdote de fetiche, consultar os deuses diretamente sobre o que os incomoda. Vodu é uma religião animista indígena da África Ocidental que se propagou através do Atlântico ao Haiti e Brasil com o comércio de escravos.
Pesadelo real: locais mais assustadores do mundo parecem cenários de filmes de terror - Sputnik Brasil
7/15
O mercado de fetiches de Akodessewa, localizado na capital do Togo, na África Ocidental, é o maior mercado de vodu com ervas secretas, cabeças de macacos, crânios, pássaros mortos, crocodilos, couros e outros produtos de animais mortos. Neste local, os praticantes de vodu e os turistas poderão, com ajuda de um sacerdote de fetiche, consultar os deuses diretamente sobre o que os incomoda. Vodu é uma religião animista indígena da África Ocidental que se propagou através do Atlântico ao Haiti e Brasil com o comércio de escravos.
© AFP 2022 / PETRAS MALUKASApesar da sua aparência, a Colina das Cruzes não é um cemitério, mas um monumento histórico e arquitetônico. Hoje, a colina conta com cerca de 100 mil cruzes. As primeiras cruzes foram colocadas aqui por parentes de rebeldes que morreram durante a revolta de 1831. Posteriormenteб não só cruzes e crucifixos, como também estátuas da Virgem Maria, imagens de patriotas lituanos e milhares de efígies e rosários foram trazidos para cá por peregrinos católicos. A Colina das Cruzes se tornou um local de rezas na Lituânia. No início do século XX, a colina já era bem conhecida e visitada por um grande número de pessoas. Cerimônias e festas eram realizadas neste lugar.
Pesadelo real: locais mais assustadores do mundo parecem cenários de filmes de terror - Sputnik Brasil
8/15
Apesar da sua aparência, a Colina das Cruzes não é um cemitério, mas um monumento histórico e arquitetônico. Hoje, a colina conta com cerca de 100 mil cruzes. As primeiras cruzes foram colocadas aqui por parentes de rebeldes que morreram durante a revolta de 1831. Posteriormenteб não só cruzes e crucifixos, como também estátuas da Virgem Maria, imagens de patriotas lituanos e milhares de efígies e rosários foram trazidos para cá por peregrinos católicos. A Colina das Cruzes se tornou um local de rezas na Lituânia. No início do século XX, a colina já era bem conhecida e visitada por um grande número de pessoas. Cerimônias e festas eram realizadas neste lugar.
CC BY-SA 2.0 / Bernard DUPONT / A Caverna do Sepulcro de Cristal em Belize, ou Actun Tunichil Muknal, é uma caverna situada em Belize, perto de San Ignacio, distrito de Cayo, conhecido como sítio arqueológico dos maias que inclui esqueletos, cerâmicas e objetos de pedra. Aqui há várias áreas com restos de esqueletos na sala principal. O mais conhecido é a Virgem de Cristal, o esqueleto de uma adolescente (que hoje se pensa ser um menino adolescente) é possivelmente um sacrifício cujos ossos se calcificaram obtendo uma aparência e brilho de cristal.
Pesadelo real: locais mais assustadores do mundo parecem cenários de filmes de terror - Sputnik Brasil
9/15
A Caverna do Sepulcro de Cristal em Belize, ou Actun Tunichil Muknal, é uma caverna situada em Belize, perto de San Ignacio, distrito de Cayo, conhecido como sítio arqueológico dos maias que inclui esqueletos, cerâmicas e objetos de pedra. Aqui há várias áreas com restos de esqueletos na sala principal. O mais conhecido é a Virgem de Cristal, o esqueleto de uma adolescente (que hoje se pensa ser um menino adolescente) é possivelmente um sacrifício cujos ossos se calcificaram obtendo uma aparência e brilho de cristal.
© flickr.com / MichelleO Castelo Leap, na Irlanda, é um dos maiores castelos assombrados no mundo que tem uma história sangrenta. Foi usado como fortaleza, residência e túmulo e esteve no centro de atrocidades brutais. Em 1922, trabalhadores encontraram no Castelo Leap um calabouço onde foi achada uma grande quantidade de esqueletos empilhados sobre estacas de madeira.
Pesadelo real: locais mais assustadores do mundo parecem cenários de filmes de terror - Sputnik Brasil
10/15
O Castelo Leap, na Irlanda, é um dos maiores castelos assombrados no mundo que tem uma história sangrenta. Foi usado como fortaleza, residência e túmulo e esteve no centro de atrocidades brutais. Em 1922, trabalhadores encontraram no Castelo Leap um calabouço onde foi achada uma grande quantidade de esqueletos empilhados sobre estacas de madeira.
© EPA / Abel Pardo LópezO cemitério assombrado de Chauchilla se situa a 30 quilômetros ao sul da cidade peruana de Nazca e contém restos de múmias e arte arqueológica, e tem sido um local de enterramento de cadáveres até o século IX. Antes de 1997, o cemitério foi cruelmente saqueado por ladrões peruanos. Muitos desses corpos perderam suas cabeças pela segunda vez.
Pesadelo real: locais mais assustadores do mundo parecem cenários de filmes de terror - Sputnik Brasil
11/15
O cemitério assombrado de Chauchilla se situa a 30 quilômetros ao sul da cidade peruana de Nazca e contém restos de múmias e arte arqueológica, e tem sido um local de enterramento de cadáveres até o século IX. Antes de 1997, o cemitério foi cruelmente saqueado por ladrões peruanos. Muitos desses corpos perderam suas cabeças pela segunda vez.
© AFP 2022 / DIMITAR DILKOFFO Monumento Buzludzha na Bulgária (Casa-Monumento do Partido Comunista da Bulgária) foi construído no pico de Buzludzha nas Montanhas Centrais dos Balcãs em 1981 e tem aparência semelhante à de um OVNI. A construção durou cinco anos e custou 35 milhões de dólares. Após a queda da Cortina de Ferro em 1989, a edificação ficou em estado de ruína e o governo búlgaro não tinha verbas suficientes para renovar ou destruir essa estrutura.
Pesadelo real: locais mais assustadores do mundo parecem cenários de filmes de terror - Sputnik Brasil
12/15
O Monumento Buzludzha na Bulgária (Casa-Monumento do Partido Comunista da Bulgária) foi construído no pico de Buzludzha nas Montanhas Centrais dos Balcãs em 1981 e tem aparência semelhante à de um OVNI. A construção durou cinco anos e custou 35 milhões de dólares. Após a queda da Cortina de Ferro em 1989, a edificação ficou em estado de ruína e o governo búlgaro não tinha verbas suficientes para renovar ou destruir essa estrutura.
© Sputnik / Ruslan Vahaev / Abrir o banco de imagensDargavs, na República da Ossétia do Norte-Alânia, na Rússia, parece um povoado agradável, mas na realidade ele é um grande cemitério chamado Cidade dos Mortos. Aqui, as pessoas eram enterradas conforme as tradições da Alânia com toda a sua roupa e pertences. O povoado é composto por 99 túmulos e sepulcros. Algumas fontes referem que os túmulos mais antigos datam do século XII.
Pesadelo real: locais mais assustadores do mundo parecem cenários de filmes de terror - Sputnik Brasil
13/15
Dargavs, na República da Ossétia do Norte-Alânia, na Rússia, parece um povoado agradável, mas na realidade ele é um grande cemitério chamado Cidade dos Mortos. Aqui, as pessoas eram enterradas conforme as tradições da Alânia com toda a sua roupa e pertences. O povoado é composto por 99 túmulos e sepulcros. Algumas fontes referem que os túmulos mais antigos datam do século XII.
CC BY 2.0 / Jan Bommes / Beelitz-Heilstatten, conhecido como o hospital de Hitler, é um complexo de 60 edifícios de tratamento situado ao sudoeste de Berlim e que foi construído no final do século XIX. Durante a Grande Guerra, Beelitz-Heilstatten, ou Sanatório de Beelitz, foi transformado em um hospital militar. Foi aqui que o jovem Adolf Hitler foi tratado após seu terceiro ferimento que ele sofreu na Batalha do Somme. Hitler não foi o único ditador que foi tratado neste hospital. Em 1990, o líder da República Democrática Alemã Erich Honecker recebeu tratamento para câncer do fígado. Quando o Exército Soviético se retirou em 1995, foram feitas várias tentativas para privatizar o hospital, mas sem sucesso. Finalmente, em 2000, as últimas operações em Beelitz-Heilstatten foram encerradas e o complexo foi completamente abandonado.
Pesadelo real: locais mais assustadores do mundo parecem cenários de filmes de terror - Sputnik Brasil
14/15
Beelitz-Heilstatten, conhecido como o hospital de Hitler, é um complexo de 60 edifícios de tratamento situado ao sudoeste de Berlim e que foi construído no final do século XIX. Durante a Grande Guerra, Beelitz-Heilstatten, ou Sanatório de Beelitz, foi transformado em um hospital militar. Foi aqui que o jovem Adolf Hitler foi tratado após seu terceiro ferimento que ele sofreu na Batalha do Somme. Hitler não foi o único ditador que foi tratado neste hospital. Em 1990, o líder da República Democrática Alemã Erich Honecker recebeu tratamento para câncer do fígado. Quando o Exército Soviético se retirou em 1995, foram feitas várias tentativas para privatizar o hospital, mas sem sucesso. Finalmente, em 2000, as últimas operações em Beelitz-Heilstatten foram encerradas e o complexo foi completamente abandonado.
CC BY 2.0 / Dylan Walters / Membros da tribo Igorot da Província das Montanhas no nordeste das Filipinas tem praticado a tradição de enterrar seus mortos em esquifes suspensos fixados nas escarpas rochosos muito acima do solo. A tradição, que provavelmente teve origem há mais de dois milénios, continua até os dias de hoje.
Pesadelo real: locais mais assustadores do mundo parecem cenários de filmes de terror - Sputnik Brasil
15/15
Membros da tribo Igorot da Província das Montanhas no nordeste das Filipinas tem praticado a tradição de enterrar seus mortos em esquifes suspensos fixados nas escarpas rochosos muito acima do solo. A tradição, que provavelmente teve origem há mais de dois milénios, continua até os dias de hoje.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала