Alemanha resolve passar mais um ano treinando militares e forças peshmerga no Iraque

© AFP 2022 / Safin HamedMulheres curdas combatentes de peshmerga marcham durante uma sessão de treinamento conduzido por instrutores militares alemães em Arbil, a capital da região autônoma curda no norte do Iraque.
Mulheres curdas combatentes de peshmerga marcham durante uma sessão de treinamento conduzido por instrutores militares alemães em Arbil, a capital da região autônoma curda no norte do Iraque. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O governo alemão decidiu nesta quarta-feira (11) prorrogar por mais um ano sua missão de treinamento militar no norte do Iraque, após o saldo de mortos do ataque terrorista contra a feira de Natal em Berlim no final do ano passado.

"O mandato deve ser estendido até 31 de janeiro de 2018", disse o gabinete alemão em um comunicado, acrescentando que a medida ainda precisa ser aprovada pelo parlamento nacional.

Different editions of Adolf Hitler's Mein Kampf are on display at the Institute for Contemporary History in Munich - Sputnik Brasil
'Mein Kampf' volta a ser best-seller na Alemanha
O governo disse ainda que o grupo terrorista Daesh continua sendo uma ameaça à paz e à segurança, mesmo apesar do avanço bem sucedido contra os terroristas islâmicos por parte das forças iraquianas. "Isto foi evidenciado por ataques na Europa, mais recentemente em Berlim", acrescentou o comunicado.

A Alemanha treinou 12 mil combatentes curdos das forças peshmerga e das forças de segurança iraquianas desde o início do programa, há dois anos, com a ajuda de aliados. O país também forneceu aos combatentes curdos cerca de US$ 95 milhões em armas, munições e equipamentos, bem como em ajuda não letal, desde 2014.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала