Sequestradores do avião líbio exigem cancelar a constituição

© AFP 2022 / Matthew Mirabelli Avião sequestrado, um Airbus A320 operado pela Afriqiyah Airways, depois de pousar no aeroporto de Luqa, em Malta
Avião sequestrado, um Airbus A320 operado pela Afriqiyah Airways, depois de pousar no aeroporto de Luqa, em Malta - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os sequestradores do avião líbio libertaram parte dos passageiros. Agora eles, juntamente com o embaixador da Líbia Habib al-Amin, estão em um hotel perto do aeroporto, disse à Sputnik Árabe uma fonte da cidade líbia de Sabha.

Refens ao deixar o avião sequestrado da empresa aérea Afriqiayah Airways, Malta, 23 de dezembro de 2016 - Sputnik Brasil
Todos os passageiros sequestrados do avião líbio foram libertados
Neste momento a bordo se encontram cerca de 9 reféns, incluindo a tripulação. A fonte da Sputnik Árabe disse que no avião viajavam 3 deputados do Parlamento, 2 vice-ministros e um alto funcionário do Banco Central da Líbia. Alguns dos passageiros que permanecem a bordo se estão sentindo mal.

Avião da companhia aérea Afriqiyah Airways - Sputnik Brasil
Mídia: avião líbio sequestrado com 111 pessoas a bordo pousa em Malta
Havia dois sequestradores, disse a fonte. Eles ameaçaram a tripulação e os passageiros com granadas de mão. De acordo com a fonte, um deles pertence à tribo Gaddafa e o outro à tribo Warfalla.

Eles exigem do Governo de Reconciliação Nacional líbio para libertar o filho de Muammar Gaddafi, Saif al-Islam Gaddafi, o retorno do exterior de apoiantes de Gaddafi, pagar o salário às 80 mil pessoas que perderam seus empregos em 17 de fevereiro [de 2011, quando a guerra civil começou na Líbia], criar o partido político al-Fatih al-Jadid, libertar os prisioneiros membros do grupo al-Fatih das prisões, abolir a constituição, eliminar todas as estruturas políticas existentes da Líbia e impor a lei marcial.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала