Revolução chinesa de trânsito está estagnada?

© AP Photo / Andy WongSong Youzhou, presidente da Shenzen Huashi Future Parking Equipment Co. Ltd., autor do TEB, ônibus experimental testado na China em agosto de 2016
Song Youzhou, presidente da Shenzen Huashi Future Parking Equipment Co. Ltd., autor do TEB, ônibus experimental testado na China em agosto de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um veículo inovador, que deveria revolucionar o trânsito chinês, foi esquecido. Até agora, espera a realização de novos testes.

Camelo é avistado na Rússia perto da estrada no meio da neve - Sputnik Brasil
O que pode parar o trânsito na Rússia? Um camelo, claro!
Em agosto, foram realizados na China os primeiros testes do primeiro TEB (Traffic Elevated Bus, ou seja, Ônibus Elevado de Trânsito), um veículo de transporte público com uma altura da suspensão que permite a passagem de carros por debaixo dele. Um novo teste foi programado para "depois"; mas agora, o veículo foi deixado em uma garagem, localizada no meio de uma rua na cidade de Qinhuandao, província de Hebei, segundo informa a publicação chinesa Shanghaiist.

A publicação cita um guarda anônimo. Segundo ele, os diretores da fabricante não retornam as ligações, abandonado, assim, não somente o veículo, mas quem o protege também.

O ônibus revolucionário de 22 metros de comprimento possui algumas desvantagens, indicadas por especialistas. Uma delas é a altura da suspensão: 2,1 metros. Isso pode ser pouco para as ruas chinesas, onde é permitida a circulação de veículos de até 4,2 metros de altura.

O TEB bloqueia três pistas na rua onde está estacionado, provocando irritação dos motoristas.

De acordo com o jornal The Verge, o ônibus foi mostrado pela prima vez em 2010, durante a 19ª Exposição Internacional de Altas Tecnologias. De acordo com o autor do design do ônibus, Song Youzhou, cinco cidades firmaram acordo para execução do projeto piloto.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала