Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

'Como permitimos que isso acontecesse?': midía alemã fala da supremacia militar da Rússia

© Sputnik / Vadim Savitsky / Abrir o banco de imagenso blindado russo de nova geração Armata
o blindado russo de nova geração Armata - Sputnik Brasil
Nos siga no
Ainda há pouco o surgimento do tanque soviético T-34 se considerava como a última revolução na construção de carros blindados, mas, com a chegada do Armata, tudo mudou.

O aprimoramento russo 'pegou o Ocidente de surpresa', enquanto os peritos militares das OTAN já estão apelando para acelerar os trabalhos sobre os novos tipos inovadores de veículos com lagartas, diz a revista alemã Stern.

Tanque de guerra T-14 Armata - Sputnik Brasil
Militares britânicos consideram Armata o tanque mais revolucionário da geração
"O Ocidente ficou bastante para trás. Como permitimos que isso acontecesse?", se questiona o autor do artigo. A resposta é simples: os países-membros da OTAN simplesmente se esqueceram das batalhas clássicas com carros blindados, onde os veículos enfrentavam um rival bem protegido. O hábito de atacar a infantaria vulnerável com todos os canhões anulou a supremacia do equipamento blindado ocidental, afirma o autor. O Armata, por sua vez, demonstra que os engenheiros russos conseguiram escapar a esta armadilha.

"Em cada parágrafo se sente medo", diz a Stern sobre o documento do Ministério da Defesa britânico que mais cedo foi publicado pelo The Telegraph. Mas a preocupação tão evidente é bastante justificada: "O T-14 é simplesmente irreprimível", diz o autor.

Mas não é só o tanque que provoca preocupação dos países-membros da OTAN. A plataforma de rastro do carro blindado Armata é universal e já se usa em 5 tipos de blindados russos. Deste modo, "os carros blindados construídos com estes elementos terão as mesmas vantagens que o novo tanque russo", diz-se no artigo.

A torre "não tripulada" e a armadura única, pequeno peso e alta velocidade, compacidade e tecnologias radioelétricas de ponta fazem com que o tanque russo seja um rival feroz para os blindados da OTAN. Além disso, a revista destaca os últimos comunicados do Ministério da Defesa russo sobre um drone que acompanhará o T-14 no campo de batalha, o que torna o Armata uma plataforma de combate "interativa" e exclusiva.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала