Black saturday: mulheres de preto protestam contra violência no Peru

© AFP 2022 / Ernesto BENAVIDESMarcha contra o feminicídio no Peru
Marcha contra o feminicídio no Peru - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Dezenas de mulheres marcharam pelas ruas de Lima neste sábado, vestidas de preto, para protestar contra a violência de gênero em meio ao crescimento de 13% nos casos de feminicídio no Peru.

Portando cartazes e bandeiras, manifestantes de diversas idades se reuniram em um evento intitulado "Vivas e lutando nos queremos", realizado no contexto do Dia Internacional para Eliminação da Violência contra as Mulheres, comemorado ontem.

"Frente às diversas formas de violência que tentam acabar com nossas vidas, seguimos fortes e resistentes, transformando o mundo junto com outras mulheres em todos os espaços, em nossas casas e nas ruas, porque não esquecemos nossas mortas, nem as que seguem sendo oprimidas pela violência machista, com a cumplicidade de uma sociedade discriminadora, um Estado indolente diante da violência feminicida", diz o texto divulgado pelas organizadoras do ato.

Entre janeiro e outubro, foram registrados 108 casos de feminicídio e 222 tentativas de assassinato de mulheres no Peru, 13% a mais do que em 2015, segundo dados do governo. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала