WSJ: equipe de Trump não quer Romney como secretário de Estado dos EUA

© AP Photo / Rogelio V. SolisMitt Romney, ex-presidenciável norte-americano e ex-governador do estado de Massachusetts, EUA (foto de arquivo)
Mitt Romney, ex-presidenciável norte-americano e ex-governador do estado de Massachusetts, EUA (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Uma série de membros do Partido Republicano mais leais ao presidente eleito dos EUA Donald Trump manifestou-se contra a nomeação do ex-governador do estado de Massachusetts, Mitt Romney, para o cargo de secretário de Estado, informou o jornal The Wall Street Journal.

O ex-candidato presidencial Mitt Romney - Sputnik Brasil
Mitt Romney pode ser o próximo Secretário de Estado dos EUA
Antes, surgiram informações de que Trump intenciona nomear Romney como chefe da diplomacia norte-americana.

Entretanto, segundo o The Wall Street Journal, os apoiantes de Trump apelam para escolher outro candidato e não Romney, que repetidamente criticou o bilionário.

Assim, a conselheira do presidente eleito e ex-coordenadora da sua campanha eleitoral, Kellyanne Conway, escreveu no seu Twitter que é preciso nomear um político leal.

"Kissinger e Shultz viajavam pouco pelo mundo e consultavam o presidente. E eram leais", escreveu ela. A conselheira de Trump também publicou um artigo em que apoiantes do presidente eleito advertem contra a nomeação Romney como secretário de Estado.

Entre os apoiantes de Trump que não apoiam a escolha está o ex-presidente da Câmara dos Representantes Newt Gingrich e o ex-governador do estado de Arkansas, Mike Huckabee.

Vladimir Putin e Barack Obama - Sputnik Brasil
NYT: Obama precisa retaliar Rússia antes da chegada de Trump
Gingrich está preocupado por Romney se ter candidatado à presidência em 2008 e 2012.

"Romney queria tornar-se presidente e não secretário de Estado, por isso convém perguntar: quando for para o estrangeiro será secretário de Estado do presidente Trump ou será o seu próprio secretário de Estado?", disse Gingrich.

Huckabee, por seu turno, declarou que Romney deve se retratar das suas críticas em relação a Trump se quer ser escolhido para este cargo.

Segundo a publicação, Romney chegou a dizer que Trump é "uma ameaça fundamental para a democracia norte-americana" e chamou-o de "trapaceiro".

Romney também é conhecido pelas suas declarações violentas em relação à Rússia. Por exemplo, no seu livro, chamou Moscou de o principal inimigo geopolítico de Washington.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала