Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Cúmplice de brasileiro que matou família na Espanha é indiciado pela polícia

© AFP 2021 / Cristina QuiclerPolícia Espanhola prende Patrick Gouveia
Polícia Espanhola prende Patrick Gouveia - Sputnik Brasil
Nos siga no
Jovem de 18 anos teria ajudado assassino a esconder provas; pelo Whatsapp, suspeito enviou fotos dos corpos esquartejados.

Suspeito de colaborar através de mensagens de texto com o assassino Patrick Gouveia, que matou os tios e os dois primos na Espanha em setembro, Marvin Henrique Correa foi indiciado hoje (11) pela polícia paraibana como cúmplice na morte de Marcos Campos Nogueira, a última vítima da chacina.

Mariano Rajoy, presidente do governo da Espanha - Sputnik Brasil
Mariano Rajoy é eleito para governar a Espanha
De acordo com os autos da investigação, Marvin manteve uma conversa e troca de fotos via Whatsapp com Patrick, suspeito confesso do crime. O jovem está preso em um setor isolado no Complexo Penitenciário Romeu Gonçalves de Abrantes, em Jacarapé, na Paraíba. O inquérito foi concluído na última segunda-feira (7) e o acusado espera agora o parecer do Ministério Público sobre o prosseguimento da ação.

"No decorrer da apuração penal, [a Justiça]  vai entender que a conduta de Marvin não foi relevante para a realização do crime", disse o advogado de Marvin, Sheyner Asfora

Relembre o caso

Os corpos da família brasileira foram achados esquartejados em uma casa na cidade espanhola de Pioz em setembro, depois que um vizinho alertou sobre o mau cheiro perto da casa da família. As investigações levaram até Patrick Gouveia, sobrinho de uma das vítimas que passava uma temporada na Espanha. Após a repercussão do caso, que gerou comoção na Espanha, Patrick confessou o crime.

Marvin foi localizado depois que um amigo utilizou o celular dele e encontrou conversas trocadas com Patrick. Em uma das mensagens, o assassino enviou fotos de um dos corpos já esquartejados e foi orientado por Patrick sobre como proceder para ocultar as provas do crime. Patrick foi extraditado em outubro para a Espanha e espera pelo julgamento.

 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала