Ohio vota em Trump enquanto Virgínia escolhe Hillary

© REUTERS / Mike SegarPresidenciável republicano Donald Trump (à esquerda) junto com a presidenciável democrata Hillary Clinton (à direita)
Presidenciável republicano Donald Trump (à esquerda) junto com a presidenciável democrata Hillary Clinton (à direita) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Trump garante vitória em um dos estados cruciais, enquanto Hillary vence no principal "swing state"!

Trump Brasil - Sputnik Brasil
'Se o Trump' viraliza no Twitter
O estado da Virgínia, no Sudeste dos Estados Unidos e casa natal dos cinco primeiros presidentes do país, é responsável por 13 votos eleitorais. Os 8,3 milhões de pessoas que habitam este estado compreendem representantes de diversos grupos raciais e étnicos: 62,7% são brancos não hispânicos, 19,7% – afro-americanos, 9% – latino-americanos e 6,5% – pessoas de origem asiática.

Apesar de terem apoiado em quase todas as eleições entre 1952 e 2004 os candidatos republicanos (com a exceção de 1964, quando Lyndon Johnson venceu Barry Goldwater), em 2008 e 2012, Barack Obama saiu vencedor nas eleições locais com vantagens de 7 e 4 pontos contra os republicanos John McCain e Mitt Romney.

De acordo com as pesquisas de opinião pública da fundação Real Clear Politics, o presidenciável republicano Donald Trump ficava em vantagem de mais de 5% sobre a democrata Hillary Clinton (48,3% contra 43,0%). Nas primárias presidenciais na Virgínia, Trump conseguiu reunir 355.960 votos (34,7 % dos boletins republicanos, ganhando as primárias); já Hillary obteve 503.358 votos (64,3 % dos boletins democratas).

Enquanto isso, o estado de Ohio, no centro-oeste dos Estados Unidos, é o terceiro maior “estado balança” no país, com 18 votos. A sua maior cidade, Cleveland, sediou o Convênio Nacional Republicano em 2016.

Donald Trump, candidato presidencial norte-americano do Partido Republicano, durante uma reunião com seus seguidores em Tampa, Flórida - Sputnik Brasil
Flórida escolhe Trump
Entre os 11,6 milhões de pessoas que habitam este estado, 81,1% são considerados brancos não hispânicos, 12,2% – afro-americanos, e, 3,1% – latino-americanos (grupo que vem crescendo em Ohio).

Desde 1964, os residentes locais vêm apoiando os ganhadores das eleições, o que lhes mereceu o apelido de “boa previsão para o candidato”. Durante eleições recentes, o estado foi um dos principais palcos de combate, já que em 2012, Barack Obama só conseguiu vencer o seu rival republicano Mitt Romney por 3%; e em 2004, George Bush levou uma vantagem de 2% contra o democrata John Kerry.

Nas primárias em Ohio, o presidenciável republicano Donald Trump reuniu 727.585 votos (35,6 % dos boletins republicanos, segundo resultado depois do governador de Ohio, John Kasich), e Hillary obteve 679.266 votos (56,5 % dos boletins democratas).

Acompanhe conosco em tempo real os resultados das eleições presidenciais nos EUA

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала