Exército sírio afirma que EUA permitem ao Daesh fugir de Mossul para Síria

© AFP 2022 / AHMAD AL-RUBAYE Forças iraquianas tomam posição na região de al-Shurah, Iraque, 17 de outubro de 2016
Forças iraquianas tomam posição na região de al-Shurah, Iraque, 17 de outubro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Exército sírio afirmou que os EUA e a Arábia Saudita permitem ao Daesh fugir da cidade iraquiana para a Síria, diz-se no comunicado do exército divulgado na terça-feira (18).

Um grupo de forças curdas observa desde um esconderijo a paisagem da aldeia de Khazer, a 30 km de Mossul, capital iraquiana do grupo terrorista Daesh - Sputnik Brasil
Irã apoia operação de libertação da cidade iraquiana de Mossul
Segundo o comunicado, a coalizão liderada pelos EUA planeja assegurar caminhos e passagens seguros para a Síria para que os terroristas consolidem a sua presença e criem "novas realidades no campo de batalha", no leste da Síria.

"Algumas tentativas de atravessar a fronteira são um ataque à soberania da Síria… que serão tratadas com todas as forças disponíveis”, de acordo com o comunicado divulgado pela a agência estatal síria SANA.

Segundo as informações, depois do início da operação em Mossul, realizada pelos militares iraquianos, um grande número de terroristas fugiu da cidade.

Em 17 de outubro, o primeiro-ministro iraquiano, Haider Abadi, anunciou o começo da operação militar para libertar Mossul do controle do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia). Segundo a mídia local, cerca de 30 mil soldados iraquianos e 4 mil efetivos das unidades peshmerga participam da operação apoiada pela coalizão internacional liderada pelos EUA, que realizam ataques aéreos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала