Mais de 32 mil pessoas fogem de Kunduz

© AFP 2022 / Noorullah Shirzada Militantes do Talibã
Militantes do Talibã - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Mais de 32 mil pessoas fugiram de Kunduz, no Afeganistão, após a invasão da cidade pelo grupo extremista Talibã, informou a agência de notícias Xinhua, citando uma fonte no Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA).

Soldados afegãos durante batalha com Talibã na província de Kunduz - Sputnik Brasil
Ministério da Defesa do Afeganistão: Kunduz está livre do Talibã
Estima-se que 32.400 pessoas fugiram da cidade. A maioria dos deslocados internos procurou refúgio nas províncias de Takhar ou de Cabul.

"Esse número irá certamente aumentar" disse à agência chinesa o porta-voz da ONU, Stéphane Dujarric.

Anteriormente, foi relatado que os grupos armados radicais conseguiram ocupar quase toda a cidade.

De acordo com o ministério para Refugiados afegão, o número de deslocados internos pode subir para 100.000 pessoas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала