Polônia desiste da proibição total do aborto após 'greve geral' das mulheres

© REUTERS / Kacper Pempel Polonesas em manifestação contra a proibição total do aborto
Polonesas em manifestação contra a proibição total do aborto - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os legisladores poloneses retiraram nesta quinta-feira (6) o projeto de lei que introduziria a proibição total sobre o aborto no país. O recuo acontece após uma impressionante mobilização geral das mulheres que tomaram as ruas contra o retrocesso.

A votação organizada às pressas no parlamento polonês marcou o primeiro revés doméstico de importância para os conservadores no poder. 

Estima-se que 100.000 mulheres vestidas de preto protestaram em toda a Polônia na última segunda-feira (3) contra os planos do partido governante Lei e Justiça de aplicar a proibição do aborto mesmo em casos de estupro — proposta levantada por uma iniciativa popular com cerca de 500 mil assinaturas.

Uma foto publicada por @bianco_siena em Out 3, 2016 às 6:33 PDT

A legislação vigente da Polônia, considerada uma das mais restritivas da Europa, só permite a interrupção da gravidez em caso de estupro ou incesto, em caso de risco para a saúde da mãe ou no caso de o feto apresentar más-formações graves.

 

Warszawa ❤️ #blackprotest #czarnyprotest #warsaw #poland #polish

Uma foto publicada por Nope Knope (@nope_knope) em Out 3, 2016 às 6:34 PDT

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала