Premiê do Sri Lanka: guerra com Paquistão não é opção para Índia

© AP Photo / Channi AnandForças de segurança indianas atuando na fronteira entre Índia e Paquistão
Forças de segurança indianas atuando na fronteira entre Índia e Paquistão - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Durante sua visita de três dias à Índia, o primeiro-ministro do Sri Lanka Ranil Wickremesinghe apelou ao diálogo e denunciou o terrorismo transfronteiriço proveniente do Paquistão, destacando que o diálogo é a melhor opção.

Durante a coletiva de imprensa que se seguiu à sua reunião com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi, Wickremesinghe anunciou que o terrorismo transfronteiriço é uma questão séria para a Associação para a Cooperação Regional da Ásia do Sul (SAARC).

Além do primeiro-ministro, Wickremesinghe se reuniu com o chanceler e o ministro do Interior da Índia.

"Não penso que a guerra seja uma opção", declarou.

Soldados em frente de míssil balístico paquistanês de longo alcance Shaheen III durante desfile militar, 23 de março de 2016 - Sputnik Brasil
Quais seriam as consequências de eventual guerra nuclear entre Índia e Paquistão?
Segundo ele, o Afeganistão e o Paquistão tinham problemas com sua segurança interna, ao contrário do Sri Lanka, mas quando quatro países saíram da SAARC o Sri Lanka passou a tê-los.

O Sri Lanka apoiou o apelo da Índia de não participar da cúpula da SAARC, que deveria ser realizada este mês na capital do Paquistão Islamabad, devido ao terrorismo transfronteiriço.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала