Empresa americana descobre campo com 2 bilhões de barris de petróleo

© flickr.com / Comando do Pacífico dos EUAPlataforma de petróleo da Shell na ilha Kodiak, no sul do Alasca, em 26 de fevereiro de 2013
Plataforma de petróleo da Shell na ilha Kodiak, no sul do Alasca, em 26 de fevereiro de 2013 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O campo de petróleo fica nas águas do estado em Smith Bay, cerca de 480 quilómetros acima do Círculo Polar Ártico, disse a empresa em um comunicado de imprensa. A Caelus Energy avalia que poderá extrair 1,8-2,4 bilhões de barris de petróleo.

Se as avaliações forem corretas, trata-se de jazidas de petróleo ainda maiores do que as descobertas perto da Guiana em 2015, encontradas pela empresa Exxon. Além disso, o campo de Smith Bay é o terceiro maior campo de petróleo do Alasca, escreve o jornal The Wall Street Journal.

Segundo a Caelus Energy, a descoberta poderá fornecer 200 mil barris do petróleo leve por dia. A Caelus Energia já sondou dois poços de petróleo e planeja sondar um terceiro.

Uma inscrição 'Gás de xisto' - Sputnik Brasil
O mito do gás de xisto americano
"Não será fácil mas temos tais projetos em todo o mundo", comentou o diretor da empresa, James Musselman.

A Caelus Energy planeja construir um oleoduto subaquático de 200 quilómetros de comprimento que vai custar 800 milhões de dólares. Há possibilidade de o projeto receber o apoio estadual, tendo em conta a redução das receitas das vendas de petróleo.

Se o Alasca não puder resolver o problema da queda dos volumes de extração, o estado pode enfrentar graves problemas na economia e indústria petrolífera. O governador do Alasca, Bill Walker, já destacou que essa descoberta assinala a importância da investigação no Alasca.

No entanto, a construção do oleoduto poderá provocar protestos das organizações ecológicas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала