'Ataque ao exército sírio pôs fim à cooperação entre Rússia e EUA na Síria'

© REUTERS / Andrew KellySecretário de Estado, John Kerry, e o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov
Secretário de Estado, John Kerry, e o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O porta-voz do grupo da oposição síria “Moscou-Cairo”, Firas Khalidi, disse em entrevista à Sputnik que a cooperação entre a Rússia e os EUA na Síria praticamente deixou de existir depois que aviões americanos atacaram posições do exército sírio em Deir ez-Zor, provocando a morte de 80 militares.

“A cooperação entre Moscou e Washington não morreu hoje, mas quando aviões americanos bombardearam posições das forças do governo sírio em Deir ez-Zor, dias após o acordo [entre Rússia e EUA sobre Síria]” – disse Khalidi.

Bairros leste da cidade de Aleppo, Síria, 2016 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Países do Golfo pedem intervenção da ONU em Aleppo
Na sua opinião, o fim da cooperação entre Rússia e EUA e a retomada das hostilidades na Síria já eram esperados. “Nesse sentido, nós entendemos os russos, mas não podemos prever o que os americanos vão querer” – acrescentou.

Nas suas palavras, os russos estão insistindo na separação de terroristas da oposição moderada. Ao mesmo tempo, segundo ele, os EUA queriam extrair dividendos políticos da situação na Síria no fim no mandato do presidente Barack Obama.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала