Kerry contraria evidências e diz que EUA não querem guerra com Síria

© Sputnik / Ilya Pitalev / Abrir o banco de imagensSecretário de Estado dos EUA John Kerry
Secretário de Estado dos EUA John Kerry - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, declarou nesta quinta-feira (29) que os Estados Unidos não querem iniciar uma guerra com a Síria, mas pretendem continuar a operação contra o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia).

Fuzileiros navais norte-americanos em al-Qaim, perto da fronteira síria, oeste do Iraque - Sputnik Brasil
EUA estudam a possibilidade de uma ‘solução militar’ na Síria
"É fácil criticar os esforços diplomáticos, mas qual é a alternativa? Os EUA vão entrar em guerra com a Síria? Não acredito que isto vá acontecer. Nós lutamos contra o Daesh (Estado Islâmico) e nós venceremos esta guerra", disse Kerry durante o fórum Washington Ideas. 

Ele destacou que os Estados Unidos não pretendem interferir na guerra civil na Síria, o que significaria uma guerra contra Assad (presidente sírio).

No entanto, agência Reuters publicou na última quarta-feira que fontes da Casa Branca estariam avaliando o aumento de suporte militar à oposição síria, além de ataques contra posições do exército do país.

O embaixador sírio na Rússia, Riad Haddad, por sua vez, acusou nesta quinta-feira (29) os EUA de insistir em derrubar o regime de Bashar Assad através da força militar.  
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала