Conselheira de Assad diz que Turquia interviu unilateralmente na Síria

© AFP 2022 / BULENT KILIC Tanques turcos perto da fronteira com a Síria, Turquia, 25 de agosto de 2016
Tanques turcos perto da fronteira com a Síria, Turquia, 25 de agosto de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Turquia não apresentou nenhuma garantia e não coordenou suas ações com a Rússia e Irã durante ação de suas tropas no território da Síria. É o que afirma a conselheiro do presidente sírio sobre questões políticas, Bouthaina Shaaban, em entrevista ao canal libanês Al-Mayadin.

Veículos blindados turcos enviados para a Síria para lutar contra o grupo terrorista Daesh - Sputnik Brasil
Analista: se Turquia cruzar a linha vermelha na Síria, poderá desencadear nova guerra
"Segundo nossas informações, não houve nenhuma garantia e nenhuma coordenação entre Turquia, Rússia e Irã sobre a incursão das tropas turcas na Síria", disse Shaaban. 

A conselheira de Assad rejeitou a própria possibilidade de que a Rússia ou o Irã poderiam acordar com a Turquia a incursão de suas tropas na Síria. 

O Exército da Turquia iniciou em 24 de agosto a operação Escudo do Eufrates contra o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e em vários outros países), e com a participação da oposição síria tomou o controle da cidade de Jarablus no norte da Síria.

O Ministério das Relações Exteriores turco deu um ultimato aos curdos, exigindo a sua retirada a leste do Eufrates. Representantes dos curdos sírios afirmam que a agressão militar turca e suas ações são dirigidas principalmente contra os curdos, e não contra os grupos terroristas.   

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала