Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Especialista chinês: investimentos no setor agrícola russo são uma boa aposta

© Sputnik / Vitaliy Timkiv / Abrir o banco de imagensColheita de trigo na região de Krasnodar, Rússia
Colheita de trigo na região de Krasnodar, Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga no
Especialista chinês compartilha porque à China vale a pena investir na produção agrícola e alimentícia da Rússia.

A cooperação no setor agrícola está se tornando o plano principal das relações comerciais russo-chinesas e esta tendência só se vai reforçar, comunica o secretário-geral da Associação de Investimentos no Exterior da China (CODA em inglês) He Zhenwei.

Hillary Clinton, ex-secretária de Estado e favorita do Partido Democrata na corrida presidencial - Sputnik Brasil
'Estou falando sobre guerra nuclear contra Rússia ou China' caso Hillary ganhe as eleições
"A Rússia tem duas riquezas com que foi abençoada: são os recursos energéticos e as terras agrícolas. Mas enquanto os recursos energéticos não podem garantir uma renda nacional estável de longo prazo por causa da volatilidade dos preços e esgotamento gradual das reservas, a terra, ao contrário, irá sempre alimentar as pessoas. São estas vastas terras agrícolas da Rússia que podem se tornar seu ativo principal na divisão internacional do trabalho e na cooperação com a China. Os produtos alimentícios de produção russa têm boa demanda no nosso país, porque eles têm reputação de serem ecologicamente limpos e por isso benéficos para a saúde. Os representantes da classe média chinesa estão procurando com mais esforço os produtos importados porque os produtos locais não são confiáveis. Mas o problema principal para a China é a falta de terras agrícolas, as superfícies disponíveis não são suficientes para alimentar sua população de 1,3 bilhões de pessoas. Por isso a produção russa terá sucesso no mercado chinês", declarou He Zhenwei.

Segundo o secretário-geral da CODA, existem três fatores que vão contribuir para o aumento das exportações da produção russa para a China: o fluxo dos investimentos chineses para o setor agrícola russo, a criação de redes de produção e de logística no território de ambos os países e a fama das marcas russas na China.

Fumaça sobre Aleppo após violentos confrontos entre rebeldes e forças governamentais, Síria, 18 de agosto de 2016 - Sputnik Brasil
'EUA querem tomar controle sobre Rússia e China devido a terem medo deles'
A discussão destas questões se tornará o ponto principal da agenda do Fórum de Negócios russo-chinês, que vai ser realizado no dia 21 de outubro em Pequim no âmbito da oitava Feira Internacional de Investimentos Chineses (COIFair em inglês).  Paralelamente, será realizada a exibição de produtos alimentícios russos e chineses. Representantes de mais de 20 regiões russas irão visitar a capital chinesa para participar destes eventos.

A delegação russa será encabeçada por Dmitry Mezencev, antigo secretário-geral da Organização para Cooperação de Xangai (OCX), que agora é o chefe da Associação de Amizade Rússia-China.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала