'Retorno da Síria para a paz tornou-se quase impossível', diz embaixador da Rússia na ONU

© Sputnik / Nour MelhemAs ruinas da cidade de Darayya na Síria
As ruinas da cidade de Darayya na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O embaixador da Rússia na ONU, Vitaly Churkin, declarou neste domingo (25) que retorno da Síria a uma vida pacífica se tornou uma tarefa quase impossível.

Bairro de al-Kalasa em Aleppo, Síria - Sputnik Brasil
Rússia registra 28 violações do cessar-fogo na Síria em 24 horas
"Existem centenas de grupos militantes combatendo no território da Síria. O país é bombardeado por qualquer pessoa que se sente no direito de fazê-lo. O retorno da Síria para a paz tornou-se uma tarefa quase impossível", disse Churkin no Conselho de Segurança da ONU.

Ele destacou a necessidade de retomar o processo político para a resolução da crise síria. 

O diplomata ressaltou que a Rússia não vai mais concordar com passos unilaterais para o fim das ações militares na Síria após os EUA terem recorrido a ações táticas que permitiram que grupos terroristas terem se reagrupado e obtido reforços. 

"Esse tipo de truques táticos não podem continuar indefinidamente. Não concordaremos mais com passos unilaterais", disse ele. 

Segundo Churkin, do lado americano "nada foi feito, mesmo na questão da definição dos grupos terroristas houve plena vaguidão, sugerindo que o principal objetivo é preservar o o potencial de combate dos opositores do governo da República Árabe da Síria, quem quer eles sejam".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала