Por que UE apoia secretamente Trump?

© flickr.com / Gage SkidmoreCandidato presidenciável do Partido Republicano Donald Trump
Candidato presidenciável do Partido Republicano Donald Trump - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Muitos políticos europeus preferem que Donald Trump assuma a presidência dos EUA, ao invés de Hillary Clinton, embora não digam isso abertamente, revela o jornal Politico.

Segundo o autor do artigo, Matthew Karnitschnig, nem um dia escapa dos comentários de algum alto político europeu expressando sua preocupação com possível vitória do presidenciável Trump nas eleições.

Segundo ele, "os lados negativos da influência dos EUA" são o que unem os políticos da Europa.

Presidenciável Donald Trump do Partido Republicano - Sputnik Brasil
Trump ignora convite para encontro com presidente ucraniano
Ele apresenta cinco razões pelas quais os políticos europeus "torcem secretamente Trump".

Em primeiro lugar, os europeus expressam descontentamento com a Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP, sigla em inglês) entre os EUA e a UE que está no limbo há já alguns meses. Os adversários a este acordo utilizam tal ferramenta para aumentar a influência de empresas americanas na Europa. Ao mesmo tempo Trump opina que tais acordos prejudicariam trabalhadores americanos.

Em segundo lugar, enquanto Trump se opõe à OTAN, muitos políticos europeus são a favor de um exército da UE. O bilionário sempre se mostrou descontente com o fato de que a Europa é dependente dos EUA quando diz respeito questões de defesa.

A terceira razão estaria ligada ao vasto programa de vigilância que os EUA usam em relação a todos. Por exemplo, as revelações de Edward Snowden mostraram que ninguém é capaz de escapar da Agência de Segurança Nacional dos EUA, até mesmo a chanceler alemã, Angela Merkel, foi vítima.

Candidatos à presidência norte-americana Hillary Clinton do Partido Democrata e Donald Trump do Partido Republicano (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Hillary retorna à campanha presidencial, após pneumonia, empatada com Trump nas pesquisas
Segundo Karnitschnig, atualmente a UE e os EUA estão cooperando na área de inteligência, mas a vitória de Trump poderá acabar com essa prática.

Como mais uma razão, o autor do artigo indica o seguinte: se Trump chegar a ser presidente, isso poderá ser uma oportunidade conveniente para limitar a influência dos bancos americanos sobre a UE.

Karnitschnig conclui que a maior parte dos europeus nunca concordou com as alegações de Washington sobre supremacia excepcional dos EUA e a vitória de Trump nas eleições será uma prova de que os EUA não estão do piores do que a Europa em termos de problemas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала