Ameaças crescentes: mísseis balísticos da Coreia do Norte têm cada vez maior precisão

© REUTERS / KCNALançamento do míssil norte-coreano durante o treinamento militar
Lançamento do míssil norte-coreano durante o treinamento militar - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Coreia do Norte conseguiu aumentar a precisão dos seus mísseis balísticos com alcance até 1,3 mil quilômetros, comunica agência Yonhap citando uma fonte no governo da Coreia do Sul.

A fonte acrescentou que os três mísseis balísticos testados no dia 5 de setembro alcançaram a zona de defesa aérea do Japão, tendo percorrido cerca de mil quilômetros e caído no mar em uma zona com um raio de um quilômetro, comunica a Yonhap.

Assim, o possível desvio dos mísseis da classe Nodon segundo a classificação ocidental foi inferior ao limite de 2-4 quilômetros, comunica a agência. 

South Korean soldiers and passenger watch a TV broadcasting a news report on Seismic activity produced by a suspected North Korean nuclear test, at a railway station in Seoul, South Korea, September 9, 2016. - Sputnik Brasil
Chancelaria: Coreia do Norte está pronta para 'outro ataque' contra provocações americanas
Segundo o interlocutor da agência, tendo os mísseis maior precisão, Pyongyang tem agora a possibilidade de "atacar bairros densamente povoados e outros alvos de concentração de pessoas". 

"É difícil prever o que poderá acontecer se tais mísseis forem equipados com ogivas nucleares ou armas bioquímicas", acrescentou a fonte. 

Na sexta-feira passada (9) Coreia do Norte anunciou a realização bem-sucedida de um novo teste nuclear. Todos os três mísseis lançados caíram na zona econômica exclusiva do Japão, o que foi avaliado como perigo direto para a segurança deste país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала