Kiev impõe condições para realizar eleições parlamentares russas na Ucrânia

© Sputnik / StringerKiev, Ucrânia (foto de arquivo)
Kiev, Ucrânia (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia afirmou que o país só vai concordar em realizar eleições para a Duma estatal russa nas missões diplomáticas da Rússia no país, mas somente se Moscou desistir de realizar as eleições na Crimeia e excluir do processo eleitoral os candidatos inscritos dessa região.

Sessão na Duma de Estado (câmara baixa do parlamento russo), Moscou, Rússia (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Eleitores da Rússia poderão eleger no Rio de Janeiro os deputados da Duma Estatal russa
As eleições para a Duma (câmara baixa do parlamento russo) serão realizadas em 18 de setembro. Anteriormente, foi informado que o presidente ucraniano Pyotr Poroshenko instruiu o ministro das Relações Exteriores, Pavel Klimkin, a informar à Rússia sobre a impossibilidade de realizar as eleições para a Duma no território ucraniano.

Posteriormente, o representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia, Mariana Betz, relatou que o lado ucraniano informou à Rússia também sobre a impossibilidade de realização de eleições parlamentares russas na Crimeia.

"As eleições dos deputados da Duma nas missões diplomáticas russas no território da Ucrânia só serão possíveis após a recusa do lado russo de realizar as eleições nos territórios ocupados da Ucrânia, bem como após a retirada das listas federais de candidatos apresentados pelos partidos políticos russos que incluem representantes dessa regiãos", diz o comunicado do Ministério do das Relações Exteriores da Ucrânia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала