Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Hillary Clinton diz que metade dos defensores de Trump são 'deploráveis'

© AFP 2021 / SAUL LOEBEx-secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, defende-se de acusações sobre sua responsabilidade pelos ataques mortais na missão dos EUA na Líbia perante os Republicanos, na abertura de inquérito dos partidários de propaganda anti-Clinton, 23 de outubro de 2015
Ex-secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, defende-se de acusações sobre sua responsabilidade pelos ataques mortais na missão dos EUA na Líbia perante os Republicanos, na abertura de inquérito dos partidários de propaganda anti-Clinton, 23 de outubro de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga no
A candidata à presidência dos EUA, Hillary Clinton, durante um evento de arrecadação de fundos na última sexta-feira (9), afirmou que metade dos defensores de Trump fazem parte de um 'grupo deplorável de pessoas racistas, homofóbicas, sexistas, xenófobas ou islamofóbicas'.

“Apenas para generalizar de modo grosseiro, você pode colocar metade dos simpatizantes de Trump no que eu chamo de cesta dos deploráveis”, disse a democrata.

“O racista, sexista, homofóbico, xenófobo, islamofóbico, como você quiser chamar. E infelizmente há pessoas assim. E ele as despertou”, completou.

O candidato republicano, Donald Trump, por sua vez, afirmou a declaração ofensiva de Clinton irá lhe custar muitos votos. 

"Wow, Hillary Clinton foi tão ofensiva com meus simpatizantes, milhões de pessoas incríveis, trabalhadoras. Acredito que vai custar caro nas pesquisas!”, escreveu Trump em seu Twitter.

A declaração causou furor nas redes sociais e a democrata publicou um comunicado dizendo que foi "grosseiramente generalizante" e disse se arrepender de dizer "metade" dos simpatizantes. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала