Curdos rechaçam entregar o controle de Manbij à Turquia

© AFP 2022 / Louisa GouliamakiHomem segura a bandeira do Partido de União Democrática (PYD) dos curdos sírios
Homem segura a bandeira do Partido de União Democrática (PYD) dos curdos sírios - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As Forças Democráticas sírias e o Curdistão sírio se recusam a entregar à Turquia o controle da cidade de Manbij, conquistada em uma operação contra o Daesh (Estado Islâmico). A declaração é do representante do curdistão sírio em Moscou, Rodi Osman, em entrevista à agência Sputnik.

Vista da cidade síria Jarablus feita a partir da cidade turca de Karkamis - Sputnik Brasil
Rússia pede que Turquia não ataque curdos e respeite soberania síria
Com o fim da operação contra o Daesh na cidade síria de Manbij, em 25 de agosto, as autoridades turcas anunciaram que as forças de autodefesa curdas da Síria deveriam deixar essas áreas. "Durante a operação a Turquia atacou e disparou contra as forças curdas, depois disso não pode esperar que vamos sair de Manbij", disse. 

Osman recordou que "a operação para tomar Manbij durou mais de 70 dias, morreram muitos efetivos das Forças Democráticas sírias". 

Ele destacou que durante esta operação o objetivo dos curdos era "banir islamistas e entregar o controle da cidade para as pessoas locais que queriam libertar estas terras do Estado Islâmico". O representante curdo ressaltou que por enquanto os curdos não estão na cidade de Manbij, está sob controle de seus cidadãos, que "criaram um governo autônomo, e eles mesmo resolvem todas as suas questões". 


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала