'Será que Rússia quer atacar Paquistão com a Índia e a Índia com Paquistão?'

© Sputnik / Said Tsarnaev / Abrir o banco de imagensTanques T-90A participam de exercícios no Daguestão, Rússia, 25 de agosto de 2016
Tanques T-90A participam de exercícios no Daguestão, Rússia, 25 de agosto de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Em 12-19 de setembro a Rússia e a China realizarão exercícios militares conjuntos no mar do Sul da China. Tendo analisado artigos na mídia russa e chinesa, o cientista político russo Vladimir Kolotov disse que eles criam uma histeria artificial.

"Tive a impressão que está sendo realizada uma intensificação do ruído e histeria informativa. Vi nestas matérias uma completa falta de lógica. <…> tentam construir uma teoria sem quaisquer fatos", disse ele à Sputnik China.

Presidente chinês Xi Jinping e o presidente russo Vladimir Putin na cerimônia de abertura de exercícios navais sino-russos na base marítima chinesa em Xangai, China, 2014  (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Rússia e China: saindo da neutralidade ao suporte em importantes conflitos
O professor Kolotov disse que em meados do século passado os analistas ocidentais identificaram uma aliança sino-soviética inexistente que alegadamente queria conquistar todo o Sudeste Asiático. O Ocidente continuou vendo o mesmo no fim dos anos de 1960, quando na fronteira entre a União Soviética e a China se desenrolaram confrontos e os EUA bombardearam o Vietnã do Norte.

Agora ainda não há informações sobre a área marítima em que se realizarão os exercícios sino-russos. A China está no meio de disputas territoriais com outros países quase em todos os mares que banham a China. Assim, na lógica dos analistas não há local em que os dois países possam realizar os treinamentos.

Caça F-35A Lightning II (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Poderiam EUA combater 'em duas frentes' contra Rússia e China?
O professor Kolotov viu a lista de exercícios que neste ano serão realizados pela Rússia. A lista inclui exercícios com a China, a Índia, o Paquistão, o Egito e a Mongólia. E mesmo com o Vietnã em território russo. Será que a conclusão tirada de tudo isso pode ser que a Rússia planeje atacar Paquistão junto com a Índia e atacar a Índia junto com o Paquistão? Ou atacar a China em conjunto com o Vietnã?

O analista russo aconselha a não fazer predições sem base para isso. A Rússia realizou e realizará exercícios com os vários países com os quais tem acordos.

Além de tudo isso, o mar do Sul da China é um local de pirataria. Até ao último momento ninguém se esforçou em pôr fim a este fenômeno. Seria melhor se os países da região se juntassem aos treinamentos conjuntos para derrotar os piratas no mar.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала