Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Polícia diz que americanos inventaram história de assalto no Rio

© Sputnik / Aleksandr Vilf / Abrir o banco de imagensRyan Lochte durante a etapa final da estafeta 4x200 na Olimpíada do Rio
Ryan Lochte durante a etapa final da estafeta 4x200 na Olimpíada do Rio - Sputnik Brasil
Nos siga no
A Polícia Civil do Rio de Janeiro acredita que os nadadores norte-americanos inventaram a história sobre o assalto por eles sofrido no Rio de Janeiro.

Um policial disse, citado pela agência de notícias AP, que a história contada pelo nadador Ryan Lochte foi fabricada por ele.

Segundo o policial, cujo nome não é divulgado e que afirma ter acompanhado a investigação do início, uma confusão começou às 6h da madrugada do dia 14, domingo passado, em um posto de gasolina situada na Barra da Tijuca. Lá, Lochte e outros membros da sua equipe, inclusive Jack Conger, Gunnar Bentz e Jimmy Feigen teriam, segundo a polícia, quebrado a porta do banheiro. Depois apareceu um agente de segurança e depois ainda, o gerente do local. Com a ajuda de um tradutor, ele teria convencido os esportistas a pagarem e a partirem depois.

O montante pago pelos nadadores estadunidenses não foi divulgado.

Mais cedo nesta quinta-feira, os esportistas não tiveram permissão de entrar no avião que os levaria de volta aos Estados Unidos, por decisão da Justiça.

A polícia ainda não comentou oficialmente a situação, mas anunciou uma coletiva de imprensa que será realizada na tarde desta quinta.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала