Exército sírio inicia operação de assalto no sudoeste de Aleppo

© Sputnik / Michael Alaeddin / Abrir o banco de imagensSíria. Soldados do Exército Sírio na linha de frente no sul de Aleppo
Síria. Soldados do Exército Sírio na linha de frente no sul de Aleppo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Destacamentos avançados das tropas governamentais da Síria atacam as posições de terroristas na zona da Academia da Força Aérea do país em Aleppo, transmite o jornalista da RIA Novosti do local.

Bairro Saif Al Dawla da cidade de Aleppo (Síria) - foto de arquivo - Sputnik Brasil
Terroristas atacam Aleppo, Damasco e Homs com morteiros
A ofensiva está sendo realizada a partir da Escola de Artilharia e da retaguarda. De 30 a 50 por cento dos territórios das instalações do Ministério da Defesa nesta cidade já foram liberados de terroristas. Grupos de reforço do exército sírio continuam chegando e se consolidando nos edifícios liberados da Escola de Artilharia. 

Os jihadistas continuam resistindo, por meio de fogo de franco-atiradores e metralhadoras pesadas.

Nos últimos meses Aleppo está sendo palco de violentos confrontos. Nesta segunda-feira (15) os terroristas cercados tentaram romper as posições do exército governamental no noroeste e sudoeste da cidade. As tropas leais ao presidente sírio Bashar Assad conseguiram repelir os ataques, eliminando dezenas de jihadistas.

No fim de julho, a Rússia iniciou, junto com o governo sírio, uma operação humanitária de grande escala em Aleppo. Os militares criaram corredores de saída da cidade para civis e militantes que resolveram pousar as armas. Além disso, presidente Bashar Assad garantiu a anistia aos radicais que no período de três meses deponham as armas e voltem à vida pacífica. 

Os terroristas por sua vez proíbem os cidadãos, sob ameaça de morte, de sair para áreas controladas pelo governo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала