Político letão: devemos nos preparar para abolir sanções contra Rússia

© flickr.com / Kevin DooleyUma rua na capital letã, Riga (imagem de Google Street View)
Uma rua na capital letã, Riga (imagem de Google Street View) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O prefeito da capital letã, Riga, logo após o encontro com o vice-premiê russo Arkadiy Dvorkovich declarou que a Letônia deve se preparar para abolir as sanções da União Europeia contra a Rússia.

A respectiva declaração foi feita pelo político Nils Usakovs por via de uma publicação no Facebook.

"Agora apareceu uma esperança, apesar de muito pequena, que no corrente ano a UE possa tomar a decisão de anular parte das sanções", escreveu.

De acordo com ele, “quando as sanções forem revogadas, todo o mundo — lituanos, estonianos e poloneses — vai lutar pelo retorno ao mercado russo”.

Os dois políticos visitaram durante o seu encontro um grupo de empresas combinadas de lácteo em Riga (o Rīgas piena kombināts, nome em letão) que trabalha sob a marca Food Union.

Soldados da OTAN - Sputnik Brasil
Manifestações a favor e contra OTAN dilaceram Letônia
Na sua publicação, o chefe do município de Riga notou que no ano passado, devido ao conflito entre a UE e a Rússia, os perdas deste complexo lácteo atingiram 6 milhões de euros (mais de 6,7 milhões de dólares).

Segundo informou anteriormente a representante do Ministério da Agricultura da Letônia, Rigonda Krievina, o setor de lácteos teve prejuízos no valor de 104 milhões de euros desde a introdução de sanções em agosto de 2014.

Ainda de acordo com ela, cerca de 2 mil empresas letãs pararam sua produção de leite.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала