Ameaças do Daesh não afetam decisão inabalável da Rússia de vencer o terrorismo

© Sputnik / Vladimir Sergeev / Abrir o banco de imagensUm bombardeiro estratégico Tu-160 da Força Aeroespacial russa
Um bombardeiro estratégico Tu-160 da Força Aeroespacial russa - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As ameaças do Daesh em relação à Rússia não podem alterar a decisão da Rússia de erradicar o terrorismo internacional e estas ameaças não devem ser exageradas, disse o porta-voz do presidente russo Dmitry Peskov.

Vista pelo Kremlin de Moscou, Ríssia - Sputnik Brasil
Daesh ameaça Putin e Rússia em novo vídeo
As ameaças do Daesh contra a Rússia não podem influenciar a posição de Moscou sobre a luta contra terrorismo internacional, disse Peskov na segunda-feira (1).

"Tais ameaças não podem afetar de modo nenhum a Rússia e a política consistente do presidente [Vladimir] Putin para lutar contra o terrorismo internacional, o que, com certeza, continuará a ser feito em todas as direções", disse Peskov aos jornalistas.

Ele destacou que, depois de o grupo terrorista proibido na Rússia ter divulgado um vídeo apelando à jihad contra a Rússia, o Kremlin trata essas publicações com a atenção necessária.

"Com certeza que os serviços especiais responsáveis por operações antiterroristas e segurança tomam tais publicações em consideração. Com certeza que o Ministério da Defesa, que supervisiona a operação da Força Aeroespacial na Síria, está tomando medidas necessárias", sublinhou Peskov.

Engenheiro mostra o componente do dispositivo - Sputnik Brasil
Perigo de apocalipse: Daesh pode ter inventado novo tipo de explosivo
Não é necessário exagerar as ameaças do Daesh tendo em conta as suas baixas na Síria, disse.

"Não devemos exagerar a importância destes vídeos. Certamente, os grupos terroristas usam essas táticas assustadoras quando ficam encurralados. É uma prática normal e não deve ser exagerada de modo nenhum durante o combate. Ao mesmo tempo, é necessário tomar medidas de precaução", disse Peskov aos jornalistas.

O porta-voz do Kremlin disse também que o presidente russo discute de forma permanente este assunto com os chefes dos serviços secretos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала