Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Após Tocha apagada em Angra dos Reis, segurança até o Rio vai ser reforçada

REPORTAGEM BELTRAME TOCHA 2 DE 28 07 16
Nos siga no
O Secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame disse em coletiva à imprensa nesta quinta-feira(28), que a segurança para o revezamento da Tocha Olímpica será reforçada, após o incidente ocorrido em Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio, na noite desta quarta-feira (27), ao ser apagada durante um protesto de servidores na região.

Patrulhamento reforçado durante o revezamento da Tocha Olímpica - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Manifestantes conseguem apagar a tocha olímpica em Angra dos Reis, no Rio
Beltrame participou nesta quinta-feira (28) da penúltima reunião do Comitê Executivo de Segurança Integrada Regional (CESIR) que é responsável pelo esquema de segurança dos Jogos. Nesta quinta-feira, foram discutidas as ações para a cerimônia de Abertura dos Jogos, que via acontecer no dia 5 de agosto. 

Após o encontro, Beltrame conversou com a imprensa e disse que o plano de segurança usado no revezamento da Tocha olímpica sempre tenta se antecipar aos fatos e até então nunca tinha tido problemas, mas admitiu que na situação em Angra dos Reis houve uma falha. Portanto, será preciso ter uma maior atenção a partir de agora até que a Tocha chegue ao Rio.

"O evento tocha também é um evento do governo federal,mas a Polícia Militar da localidade, ela presta o apoio. Ontem (27) foi o 86 lugar por onde a Tocha passou, dentro do mesmo protocolo, e as outras 86 vezes não houve problema. Ontem (quarta-feira) houve problema, porque foi uma situação aonde as pessoas vieram de uma maneira muito rápida, o material de inteligência não detectou aquela movimentação, foi muito rápida e efetivamente nós tivemos esse problema. Isso foi reavaliado e daqui para frente, aqui no Rio de Janeiro vamos ter que fazer um acompanhamento mais forte dessa questão." 

José Mariano Beltrame também comentou com a imprensa a prisão feita pela Polícia Federal na noite de quarta-feira (28), na Baixada Fluminense, do suposto brasileiro descendente de libaneses, Chaer Kalaun, de 28 anos suspeito de ter envolvimento pelas redes sociais com grupos terroristas.

Beltrame disse que o alerta de segurança contra o terrorismo no Rio não sofreu alterações por conta dessa nova prisão, até porque ele ainda não tomou conhecimento oficial dos detalhes dessa operação e criticou a forma de agir da Polícia Federal, de não passar informações sobre o que está acontecendo para a população evitando pânico.

"Eu agiria da maneira diferente da que estão agindo, mas isso sou eu. Cabe a essa instituição sanar todas essas dúvidas. Não chegou um relatório sobre esse caso para mim."

Sobre a abertura dos Jogos Olímpicos, na próxima sexta-feira (5), Beltrame informou que na reunião foi detalhado, por exemplo, o esquema de trânsito e a circulação das autoridades. O Secretário de Segurança Pública disse que o efetivo de policiais militares e civis vai ser reforçado nas ruas. “Já são 10,5 mil policiais por turno, e mais 5 mil policiais civis”,explicou Beltrame.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала