Procuradoria da Turquia solicitou confiscar bens de mais de 3 mil juízes e promotores

© AP Photo / Hussein MallaA Turkish special forces policeman stands guard in front the damaged building of the police headquarters which was attacked by the Turkish warplanes during the failed military coup last Friday, in Ankara, Turkey, Tuesday, July 19, 2016
A Turkish special forces policeman stands guard in front the damaged building of the police headquarters which was attacked by the Turkish warplanes during the failed military coup last Friday, in Ankara, Turkey, Tuesday, July 19, 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Procuradoria Geral da Turquia solicitou confiscar os bens de 3049 juízes e promotores, detidos no âmbito das investigações da tentativa do golpe militar no país, informou nesta quinta-feira a emissora NTV, citando uma fonte no governo.

Presidente turco Recep Tayyip Erdogan e oficiais turcos, Ancara, Turquia, 16 de outubro de 2014 - Sputnik Brasil
Turquia expulsa 1684 oficias das forças armadas
Desde a tentativa de golpe contra o presidente turco Recep Tayyip Erdogan, no último dia 15 de julho, Ancara vem fechando o cerco à oposição no país e restringindo significativamente os direitos civis da população, alegando ser necessário tomar medidas para evitar uma nova ação golpista. 

Assim, nesta quarta-feira foi anunciado o fechamento em massa de órgãos de imprensa no país, bem como amplas demissões no exército. Na semana passada, Turquia suspendeu temporariamente Convenção Europeia dos Direitos Humanos depois do anúncio do estado de emergência, previsto para durar nos próximos três meses.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала