Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Turquia negou entrada a 50 mil potenciais recrutas do Daesh em cinco anos

© AP Photo / Emrah GurelBandeira da Turquia
Bandeira da Turquia - Sputnik Brasil
Nos siga no
Nos últimos cinco anos a Turquia negou a entrada a mais de 50 mil estrangeiros de 145 países para evitar possível adesão ao grupo terrorista Daesh (autointitulado Estado Islâmico). Quem afirma é o vice-primeiro-ministro turco, Mehmet Simsek.

“Nos últimos 4-5 anos negamos a entrada a 51.827 estrangeiros de 145 países por suspeita de poder ingressar nas fileiras dos terroristas como mercenários estrangeiros”, disse Simsek a jornalistas durante a sua visita a Moscou. 

O Estado Islâmico é hoje uma das principais ameaças à segurança global. Durante três anos, os terroristas jihadistas conseguiram capturar grandes áreas do Iraque e da Síria. 

Ainda não existe uma frente única contra o Daesh. O grupo terrorista é combatido pelas tropas do governo sírio, apoiado por forças aéreas e espaciais russas, além do exército iraquiano, uma coalizão internacional liderada pelos EUA e os curdos.

A Turquia faz parte da coalizão internacional na luta contra o Estado Islâmico, liderada pelos Estados Unidos. 


Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала