Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Malásia: piloto do MH370 desaparecido ensaiava queda do avião

© REUTERS / Rob GriffithUm avião da Real Força Aérea da Nova Zelândia ajudou nas buscas ao voo MH370 próximas à Austrália.
Um avião da Real Força Aérea da Nova Zelândia ajudou nas buscas ao voo MH370 próximas à Austrália. - Sputnik Brasil
Nos siga no
As autoridades da Malásia determinaram que o comandante do voo MH370 da Malaysia Airlines, pouco antes do desaparecimento da aeronave, tinha treinado a rota que conduziu à catástrofe em um simulador, relata a revista norte-americana New York Magazine.

Pedaço da asa do Boeing 777 da Malaysia Airlines encontrado na ilha La Réunion. - Sputnik Brasil
Possíveis destroços do MH370 são encontrados no sul da África
A revista New York Magazine afirma ter obtido documentos confidenciais das autoridades malaias sobre a investigação do voo. De acordo com estes dados, o comandante do avião, Zaharie Ahmad Shah, tinha na sua casa um simulador que imitava a cabine de uma aeronave onde ele poderia praticar voos.

Depois de decifrar os discos rígidos do simulador caseiro, os agentes do FBI (Agência Federal de Investigação dos EUA) concluíram que algumas semanas antes do desaparecimento do aparelho o comandante esteve praticando uma rota para a parte meridional do Oceano Índico, onde teria ocorrido a catástrofe. O avião caiu na água quando o combustível acabou.

Os destroços do aparelho nunca foram encontrados.

O Boeing 777 da Malaysia Airlines desapareceu em 8 de março de 2014 quando viajava de Kuala Lumpur para Pequim. O voo MH370 fazia a rota entre as capitais da Malásia e da China e transportava 227 passageiros, além de 12 membros da tripulação.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала