Militares afirmam ter tomado o poder na Turquia

© AFP 2022 / BULENT KILICGolpe militar na Turquia
Golpe militar na Turquia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Estado-Maior das Forças Armadas da Turquia informou agora há pouco, em pronunciamento na TV, que tomou o controle do governo do país. Os militares afirmam ter detido a liderança turca e declararam lei marcial e toque de recolher.

Eles disseram que a manobra tem como objetivo restabelecer a ordem e garantiram que todos os acordos internacionais em vigor serão mantidos.

Atualmente, as Forças Armadas estão sob controle do general Hulusi Akar, mas não há confirmação de sua participação no golpe. Alguns órgãos de imprensa afirmam que ele teria sido feito refém por outros militares. Ambulâncias foram vistas se deslocando em direção ao Quartel-General do Exército, em Ancara.

De acordo com CNN turca, o presidente do país, Recep Tayyip Erdogan, está em segurança. Fontes afirmam que ele estaria de férias na cidade de Bodrum.

O primeiro-ministro Binali Yildirim disse que apenas um grupo de militares estaria por trás da tentativa de golpe, afirmando que o governo estava tomando conta da situação e que os responsáveis seriam punidos. Yildirim garante que o governo eleito ainda tem o poder do país.

Segundo a rede estatal TRT, uma nova Constituição será preparada em breve.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала