Bélgica: criada nova tecnologia para detectar terroristas

© AFP 2022 / DIRK WAEM / BELGASoldados no aeroporto de Bruxelas
Soldados no aeroporto de Bruxelas - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Investigadores belgas fizeram uma descoberta que pode constituir um verdadeiro avanço para investigações futuras relacionadas com o terrorismo.

Vestígios de TATP (peróxido de acetona), um explosivo primário, foram detectados no sangue dos homens-bomba de Molenbeek e de Zaventem, comunica a agência belga Le Soir.

De acordo com os analistas, a descoberta vai facilitar significativamente as investigações futuras relacionadas com atividades terroristas.

Pessoas deixam a cena de explosões no aeroporto de Zaventem, perto de Bruxelas, Bélgica, 22 de março de 2016 - Sputnik Brasil
Quatro pessoas são presas na Bélgica por suspeita de planejar ataque terrorista
Assim, será suficiente colher uma amostra de sangue de uma pessoa suspeita para estabelecer se esteve em contato com TATP, produto muito utilizado na fabricação de explosivos.

A substância em causa foi utilizada pelos jihadistas que planejaram se explodir em Zaventem e Molenbeek no dia 22 de março, bem como pelos terroristas responsáveis pelos atentados de Paris.

A descoberta teve origem numa queixa: os policiais que contataram com a substância tóxica deram o sinal de alarme, visto que o teor de TATP no seu sangue foi considerado como preocupante. Eles pediram que fosse criado um equipamento especial que permitisse protegê-los no futuro.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала