Índia considera compra de microcircuitos russos para seu programa espacial

© AFP 2022 / HO/ ISROOrganização de Pesquisa Espacial da Índia (ISRO) lança o Polar Satellite Launch Vehicle C-34 (PSLV) a partir de seu centro espacial Satish Dhawan, na ilha de Sriharikota, em 23 de setembro, 2009
Organização de Pesquisa Espacial da Índia (ISRO) lança o Polar Satellite Launch Vehicle C-34 (PSLV) a partir de seu centro espacial Satish Dhawan, na ilha de Sriharikota, em 23 de setembro, 2009 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O fabricante de microeletrônica da Rússia Angstrem está negociando o fornecimento de cerca de 10.000 circuitos resistentes à radiação para o programa espacial da Índia, informou o jornal Izvestia nesta terça-feira (5).

A Angstrem entrou em contato com uma empresa indiana privada conhecida como subcontratador da Organização Indiana de Pesquisa Espacial (ISRO, na sigla em inglês), oferecendo-lhe o fornecimento de circuitos eletrônicos no valor de US $ 200 mil (cerca de R$ 700 mil).

Sol e Marte - Sputnik Brasil
China e Índia dispostas a cooperar no espaço
Vários sistemas eletrônicos de controle de naves espaciais e lançadores estão sendo testados atualmente na Índia, diz a publicação, acrescentando que Angstrem pode começar o fornecimento a partir de setembro se os resultados dos testes forem positivos.

A Índia está reforçando suas capacidades da indústria espacial. Em maio, o primeiro ônibus espacial da Índia, o ReUsable Launch Vehicle — Tecnology Demonstrator (RLV-TD), foi lançado da ilha de Sriharikota. A ISRO planeja testar mais dois protótipos deste modelo, para desenvolver uma versão final do ônibus espacial, que deverá ser lançado em 2030.

​Nova Delhi possui vários satélites científicos, de comunicação e de navegação. A Índia, junto com a Rússia, o Japão, os Estados Unidos e a Agência Espacial Europeia, tem o seu próprio projeto de observatório espacial.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала