Parlamento ucraniano ainda tem esperança de recuperar a Crimeia

Nos siga noTelegram
O presidente da Suprema Rada (parlamento ucraniano), Andrei Paruby enviou felicitações por motivo da comemoração do Dia da Marinha da Ucrânia, no qual expressou a confiança na recuperação da Crimeia. O texto foi publicado no site do parlamento ucraniano.

A mensagem diz que, depois da perda da península, o Dia da Marinha ganhou um "sentido e significado particulares". "Estou seguro de que os marinheiros ucranianos recuperarão a Crimeia e as bases militares no Mar Negro", declarou presidente da Suprema Rada.

Paruby também chamou a Ucrânia de "potência marítima" cujas forças são "glorificadas pelos triunfos marinhos dos antepassados".

Atualmente a Marinha da Ucrânia possui apenas quatro navios de combate, 18 vasos auxiliares e 26 lanchas. O navio-chefe da Marinha é o navio de patrulha U130 Getman Sagaidachny.

Membros do grupo radical Setor de Direita em Kiev - Sputnik Brasil
30 radicais da Ucrânia se infiltram na Crimeia
A Crimeia voltou a ser parte da Rússia após celebrar em março de 2014 um referendo em que a maioria esmagadora dos eleitores, mais de 96 por cento, atestaram esta opção.

A Ucrânia considera que a Crimeia é seu território e que este está sob "ocupação temporária". Os países ocidentais também qualificam este evento como "anexação ilegal" e aprovaram uma série de sanções contra os cidadãos, empresas e setores inteiros da economia russa. Moscou respondeu com contramedidas.

A chancelaria russa disse em repetidas ocasiões que os moradores da Crimeia votaram democraticamente e em plena conformidade com o direito internacional e a Carta da Organização das Nações Unidas pela reunificação com a Rússia, que respeita e aceita esta decisão.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала