Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Putin ordena ao governo que levante restrições contra a Turquia na área do turismo

© Sputnik / Mikhail Fomichev / Abrir o banco de imagensTurkey
Turkey - Sputnik Brasil
Nos siga no
A decisão foi anunciada depois de o presidente russo, Vladimir Putin, ter mantido uma conversa telefônica com o seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, nesta quarta-feira (29).

Presidente da Rússia Vladimir Putin - Sputnik Brasil
Putin expressa condolências aos turcos pelo atentado
O presidente da Rússia Vladimir Putin ordenou ao governo que inicie uma discussão sobre a restauração da cooperação com a Turquia, inclusive na área do comércio, na sequência da conversa telefônica com o seu homólogo turco, informou o Kremlin hoje (29). 

Quanto ao levantamento de restrições turísticas, o líder russo expressou esperança de que as autoridades turcas tomem medidas adicionais para garantir a segurança dos cidadãos russos na Turquia. 

Erdogan, por sua vez, assegurou que o seu país fará tudo para garantir a segurança dos turistas russos.

Putin e Erdogan também enfatizaram a necessidade de ampliar a cooperação internacional na luta contra o terrorismo, informou o serviço de imprensa do Kremlin.   

“Ambos os lados enfatizaram a necessidade de intensificar a cooperação na luta contra a ameaça terrorista comum”, disse.

Apoiante do presidente turco empunha a bandeira da Turquia, 29 de outubro de 2015 - Sputnik Brasil
Ancara: vitória sobre terrorismo é impossível sem Rússia
As relações entre Moscou e Ancara estão em crise desde 24 de novembro de 2015, altura em que um avião russo Su-24 foi derrubado por um caça turco em espaço aéreo sírio. A Turquia alegou ter abatido a aeronave russa porque esta teria violado o espaço aéreo turco. Tanto o Estado-Maior russo, quanto o Comando de Defesa Aérea da Síria, confirmaram que o bombardeiro russo nunca entrou no espaço aéreo da Turquia.

O presidente russo, Vladimir Putin, chamou o ataque de "punhalada nas costas". As autoridades de Moscou exigem uma investigação, mas o governo turco até agora não tomou quaisquer medidas firmes.

Na segunda-feira (27) se esclareceu que o presidente turco Recep Tayyip Erdogan, numa mensagem ao seu homólogo russo Vladimir Putin, pediu desculpas pelo abate do avião russo Su-24, expressou condolências pela morte do piloto e também disse que Ancara não queria estragar as relações com Moscou.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала