Após Brexit, Ryanair vende um milhão de passagens a 10 libras cada

© AFP 2022 / Philippe HuguenAn 737 Boeing plane of the Ryanair company takes off, on October 11, 2014 at the Lille-Lesquin airport, northern France.
An 737 Boeing plane of the Ryanair company takes off, on October 11, 2014 at the Lille-Lesquin airport, northern France. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Empresa irlandesa de baixo custo lança promoção em voos entre cidades europeias e do Reino Unido.

A placa sentido único em Manchester - Sputnik Brasil
Como a Rússia pode beneficiar do Brexit
As viagens poderão ser realizadas em outubro e novembro deste ano, segundo indica a conta da Ryanair no Twitter. A empresa aérea tentou apoiar a campanha contra o Brexit.

Segundo afirmou o presidente da empresa, Michael O’Leary, a Ryanair reduziu seus preços para estimular a integração europeia.

“A Ryanair não teria crescido como fez até agora se não houvesse a União Europeia”, disse o empresário.

Segundo O’Leary, com o Brexit, a Ryanair pode se ver obrigada a retirar alguns de seus investimentos no Reuni Unido. A companhia aérea emprega mais de três mil pessoas nas 13 bases que mantém nos aeroportos do Reino Unido e transporta mais de 41 milhões de passageiros por ano entre a Grã-Bretanha e o resto da Europa, segundo informa o jornal El País.

Os eleitores britânicos decidiram em referendo, na última quinta-feira, que o Reino Unido vai sair da União Europeia, depois de o Brexit — união das palavras Britain (Grã-Bretanha) e exit (saída, em inglês) — ter conquistado 51,9% dos votos. Com o resultado, o primeiro-ministro britânico, David Cameron, anunciou que deixará o cargo em outubro.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала